Felipe Neto diz que Bolsonaro é ‘o pior presidente do mundo’ em vídeo no NYT

Youtuber critica forma como presidente lida com a pandemia do novo coronavírus e pede que norte-americanos não votem em Donald Trump

Redação - O Estado de S.Paulo

Você pode ler 5 matérias grátis no mês

ou Assinar por R$ 0,99

Você pode ler 5 matérias grátis no mês

ou Assinar por R$ 0,99

Você leu 4 de 5 matérias gratuitas do mês

ou Assinar por R$ 0,99

Essa é sua última matéria grátis do mês

ou Assinar por R$ 0,99

Felipe Neto Foto: YouTube / @Felipe Neto

O jornal norte-americano The New York Times publicou um vídeo em que o youtuber brasileiro Felipe Neto faz críticas ao presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, e do Brasil, Jair Bolsonaro, nesta quarta-feira, 15.

Em seu site, o jornal explica que "o sr. Neto não costuma comentar sobre política normalmente. Ele geralmente prefere entreter seus 38 milhões de seguidores no YouTube com suas críticas bem-humoradas à cultura pop."

"Mas, conforme a quantidade de mortos aumenta, ele se torna mais franco. E a mensagem dele não é voltada apenas para os brasileiros - também é para os americanos", prossegue o texto.

"Sou um youtuber brasileiro e crio vídeos engraçados, gerando opções de entretenimento para famílias ao redor do mundo. Mas, hoje, não estou aqui para fazer humor diante de uma plateia nova. E quando o palhaço precisa falar sério, você sabe que provavelmente o circo está pegando fogo", se apresenta Neto.

VEJA TAMBÉM: Quem é Felipe Neto? Relembre trajetória e polêmicas do youtuber

Na sequência, Felipe opina que "Jair Bolsonaro é o pior presidente do mundo" em relação à forma de lidar com a pandemia do novo coronavírus. São exibidas, então, algumas declarações polêmicas que o youtuber acredita terem ajudado o político em sua eleição.

O youtuber também compara a polêmica envolvendo um comício de Trump em Tulsa, no estado de Oklahoma, em 20 de junho, durante a pandemia, com diversas aparições públicas de Bolsonaro, como em uma ida à padaria, um passeio de jet ski, e sua participação em manifestações.

Felipe Neto cita a defesa da hidroxicloroquina por parte de Bolsonaro, ressaltando que "não há evidência" do uso do medicamento contra a covid-19 e citando a imposição para que o Ministério da Saúde liberasse a substância para todos os pacientes.

Também são lembradas as demissões de Luiz Henrique Mandetta e Nelson Teich do cargo de ministro da saúde, ocupado interinamente por Eduardo Pazuello.

Um trecho da reunião de Bolsonaro com ministros em que o presidente defende armar a população para evitar uma ditadura também é exibido.

Em seguida, Felipe Neto relembrou declarações de Bolsonaro durante a pandemia do novo coronavírus, conforme os números de mortes aumentavam no Brasil.

Entre elas, "Não sou coveiro, tá?", "E daí? Lamento. Quer que eu faça o quê?" e que a morte é o "destino de todo mundo".

Por fim, o youtuber opina que a "amizade" entre Trump e Bolsonaro é "crucial" para a popularidade do brasileiro.

"Se você está pensando no que pode fazer para ajudar o Brasil a lidar com o nosso lunático, por favor, não reeleja o seu. Neste novembro, vote para manter Trump fora da Casa Branca", encerra,

Assist à íntegra do vídeo de Felipe Neto ao The New York Times abaixo:

 

Tudo o que sabemos sobre:

Encontrou algum erro? Entre em contato