Kelly Fuzaro/Band/Divulgação
Kelly Fuzaro/Band/Divulgação

Eleições 2018: DEM marca para quinta lançamento de Datena ao Senado

Sigla reserva sala em hotel para anunciar pré-candidatura de apresentador na coligação de João Doria (PSDB)

Adriana Ferraz e Fabio Leite, O Estado de S.Paulo

27 Junho 2018 | 10h00

O DEM prepara para quinta-feira, 28, o anúncio da pré-candidatura do apresentador de TV José Luiz Datena ao Senado nas eleições 2018, na coligação do ex-prefeito da capital João Doria (PSDB) ao governo do Estado. O partido já reservou uma sala no Hotel Intercontinental, na região central de São Paulo, ao meio-dia, para divulgar a decisão e encerrar uma novela que se arrasta desde abril, quando o jornalista de 61 anos de idade se filiou à legenda. 

++ Datena confirma que vai se candidatar ao Senado

A equipe de Doria considera a entrada de Datena na coligação um reforço importante porque o apresentador da TV Bandeirantes dialoga com o eleitor de baixa renda. O deputado federal Rodrigo Garcia, líder do DEM na Câmara, estima que Datena seja o senador mais votado do País. Pesquisa Ibope/Band divulgada em maio colocou o apresentador em segundo lugar, com 24% das intenções de voto, atrás do vereador Eduardo Suplicy (PT), com 30%. Neste ano, cada Estado vai eleger dois senadores.

++ Eleições 2018: conheça os pré-candidatos à Presidência da República

Lideranças acreditam que Datena não desistirá das eleições 2018

Esta era a última semana para o apresentador decidir sobre sua participação nas eleições deste ano – ele cogitou disputar a Presidência, mas depois recuou. A Justiça Eleitoral determina que pré-candidatos a cargos eletivos estão proibidos de apresentar programa de rádio ou TV a partir deste sábado, 30. “Eu já tinha desistido completamente da política e estou numa encruzilhada desgraçada. Talvez seja esse o último programa que eu faço nessa fase na Rede Bandeirantes”, afirmou Datena durante seu programa neste domingo, 24.

++ Líder de pesquisa Ibope para senadores, Datena empolga DEM

O Estado tentou contato com Datena por telefone, mas não obteve retorno. Lideranças do DEM e do PSDB acreditam que, desta vez, o apresentador está mais consciente sobre a decisão de entrar na política e que não desistirá da candidatura antes da eleição, como já ocorreu no pleito municipal de 2016. Na ocasião, Datena anunciou a intenção de disputar a Prefeitura da capital pelo PP, seu partido à época, mas desistiu em janeiro daquele ano alegando falta de apoio interno e os casos de corrupção envolvendo a legenda na Operação Lava Jato. A eleição foi vencida por João Doria.

+++Propostas do Governo colocam ex-aliados em oposição nas eleições 2018

+++Busca por eleição na internet é a maior desde 2004

Entre do PP e DEM, Datena teve uma breve passagem nos anos de 2017 e 2018 pelo nanico PRP, partido pelo qual cogitou concorrer a presidente da República. Antes disso, o jornalista ficou 23 anos filiado ao PT. A desfiliação ocorreu em agosto de 2015, a pedido dele. 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.