Sergio Moraes/Reuters
Sergio Moraes/Reuters

Presidenciáveis vão a desfile da Independência da Bahia

O pré-candidatos Ciro Gomes (PDT) e Guilherme Boulos (PSOL) confirmaram presença nos festejos na capital baiana; Marina Silva (Rede) também pode participar

Yuri Silva, O Estado de S.Paulo

29 Junho 2018 | 05h00

SALVADOR - O desfile cívico que comemora a Independência da Bahia, nesta segunda-feira, 2, terá a presença, este ano, de pelo menos dois presidenciáveis. Estão confirmados na marcha, que percorre três quilômetros pelas ruas do Centro Histórico de Salvador, os pré-candidatos ao Palácio do Planalto Ciro Gomes (PDT) e Guilherme Boulos (PSOL).

A ex-ministra do Meio Ambiente Marina Silva (Rede), outra postulante à presidência da República nas eleições 2018, também pode ir aos festejos que marcam o início da consolidação definitiva da independência do Brasil, mas a confirmação sobre a presença dela só ocorrerá neste fim de semana, de acordo com interlocutores da Rede Sustentabilidade na Bahia.

+++Sem Lula, Bolsonaro lidera com 17%, diz CNI/Ibope

A ocasião cívica, tradicionalmente usada por políticos para testar a popularidade, sobretudo em anos eleitorais, este ano terá como "concorrência" o jogo da seleção brasileira nas oitavas de final da Copa do Mundo, que será nesta segunda-feira, às 11 horas. Por isso, a caminhada no meio da população deve ser acelerada – chegando ao fim, no Pelourinho, por volta das 10h30. Normalmente, o cortejo só é encerrado após as 13 horas.

+++Rede participa de ato por ‘centro democrático’ nas eleições 2018

A tarefa de acelerar o desfile será um desafio principalmente para Ciro Gomes, que enfrentará a caminhada mesmo com a perna machucada e usando bota ortopédica por causa de um acidente doméstico, durante uma brincadeira com o filho.

+++Em busca de apoio, Ciro diz que solicitou ao DEM lista de pessoas para pedir desculpas

Segundo o deputado federal Félix Mendonça Jr., presidente do PDT na Bahia, o presidenciável ainda não detalhou a agenda que cumprirá no Estado. Não sabe onde assistirá ao jogo da Seleção nem marcou reuniões políticas oficiais. Contudo, um encontro com o governador da Bahia, Rui Costa (PT), deve ocorrer, afirmou o parlamentar. "Qualquer candidato a presidente que não tome a benção da Bahia não passa muito à frente. Então tem uma importância grande Ciro vir aqui. Ele vem tomar esse benção”, brincou.

Boulos tem agenda de pré-campanha na Bahia pela segunda vez no ano

Para o coordenador do Movimento dos Trabalhadores Sem-Teto (MTST), Guilherme Boulos, será a segunda vez na Bahia em 2018. O presidenciável do PSOL veio ao Estado no mês passado, em atividades de pré-campanha. Na ocasião, além de visitar comunidades e terreiros de candomblé, realizou palestra na Faculdade de Direito da Universidade Federal da Bahia (UFBA), assim como já fizeram seus principais concorrentes, os pré-candidatos Geraldo Alckmin (PSDB),  Manuela D’Ávila (PCdoB) e Ciro Gomes.

+++Polêmica na TV impulsiona citação a Manuela D'Ávila nas redes

Durante os festejos do 2 de julho, Boulos participará do lançamento das pré-candidaturas do PSOL para a eleição majoritária de outubro. Além disso, assistirá o jogo da Seleção Brasileira em uma praça do Pelourinho, em uma confraternização que terá no cardápio feijoada. No dia seguinte, participará de um seminário sobre racismo.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.