Entrevista é tirada de contexto para parecer que Lula chamou pobres de ‘imbecis’ e ‘ignorantes’

Entrevista é tirada de contexto para parecer que Lula chamou pobres de ‘imbecis’ e ‘ignorantes’

Ex-presidente dizia que outras pessoas pensam assim e que isso é ‘falta de respeito’

Pedro Prata

13 de dezembro de 2021 | 09h09

É falso que o ex-presidente Lula tenha chamado pessoas pobres de “imbecis” e “ignorantes”. Um vídeo viral nas redes sociais traz um trecho de três segundos de uma entrevista. O corte descontextualizado engana os usuários. Ao ver o vídeo original, é possível entender que o petista acusava outras pessoas de terem essa visão com relação à população de renda baixa. Este conteúdo foi visto pelo menos 18 mil vezes no Facebook.

É falso que Lula tenha chamado ‘pobres’ de ‘imbecis e ignorantes’. Foto: Amanda Perobelli/Reuters

O trecho tirado de contexto faz parte de uma entrevista de Lula para o podcast Podpah, em 2 de dezembro. Ele defendia que é preciso aumentar a renda da população como medida de combate à fome.

A partir do minuto 39, ele diz ter recebido críticas por ter criado o Bolsa Família. “É a falta de crença no povo pobre”, afirma. “É a falta de respeito com as pessoas pobres. Todo mundo acha que pobre é imbecil, ignorante. E está cheio de gente que acha que a pessoa é pobre porque ela quer.” Em seguida, ele afirma que “o ser humano quer ascender, quer crescer” e que as pessoas buscam melhorar sua condição financeira para poder adquirir bens de consumo.

A entrevista de Lula ao Podpah já foi vista mais de 7,5 milhões de vezes. Como mostrou o Estadão Verifica, outro trecho do mesmo diálogo foi tirado de contexto nas redes sociais para parecer que o ex-presidente mentiu deliberadamente sobre ter fundado o Clube Náutico Capibaribe, de Pernambuco.

Lula, provável candidato do PT à Presidência, é alvo de peças de desinformação em um contexto de disputa política nas redes sociais. Neste ano mostramos que um post exagerava o seu patimônio declarado e que a velocidade de um vídeo foi alterada para parecer que ele estava falando sob o efeito de álcool.

publicidade

publicidade

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.