Vídeo de Lula tem velocidade alterada para parecer que ex-presidente gravou mensagem sob efeito de álcool
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Vídeo de Lula tem velocidade alterada para parecer que ex-presidente gravou mensagem sob efeito de álcool

Gravação foi desacelerada para parecer que petista arrastava as palavras; vídeo original é de novembro de 2019

Victor Pinheiro, especial para o Estadão, e Alessandra Monnerat

09 de março de 2021 | 16h30

Um vídeo em que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva diz que está “livre para ajudar a libertar o Brasil dessa loucura que está acontecendo” foi editado para parecer que o petista estava alcoolizado durante a gravação. A velocidade do vídeo foi diminuída, para fazer com que Lula soasse como estivesse arrastando as palavras. Nas imagens originais, publicadas em 8 de novembro de 2019 no Instagram do petista, o ex-presidente fala normalmente. Veja abaixo.

O vídeo foi publicado no Instagram de Lula na data em que o ex-presidente saiu da prisão. Ele passou 580 dias em uma cela da Polícia Federal em Curitiba, no Paraná, cumprindo pena de corrupção passiva e lavagem de dinheiro no processo do triplex do Guarujá. Essa condenação foi anulada nesta segunda-feira, 8, pelo ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Edson Fachin.

Lula diz nas imagens que “este jovem com tesão de 20, energia de 30 e experiência de 70 estará na rua junto com vocês, para a gente não deixar destruir o nosso País.”

A gravação divulgada nas redes sociais de Lula em 2019 voltou a circular, editada, com a decisão de Fachin. Um canal de YouTube com 758 mil inscritos divulgou o vídeo desacelerado dizendo que o ex-presidente tinha ficado bêbado para comemorar as notícias do STF.

O recurso de editar a velocidade de um vídeo para parecer que a pessoa retratada está alterada já foi utilizado outras vezes como ferramenta de desinformação. Em junho de 2019, viralizou no Facebook uma gravação desacelerada da presidente da Câmara dos Representantes dos Estados Unidos, Nancy Pelosi.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

vídeo Lula bêbado este é um teste

publicidade

publicidade

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.