‘PEC da 2ª instância’ ainda deve descansar na gaveta

‘PEC da 2ª instância’ ainda deve descansar na gaveta

Coluna do Estadão

19 de outubro de 2020 | 05h00

Foto: Câmara dos Deputados

Apesar dos apelos pela retomada dos trabalhos da comissão da PEC da prisão após a condenação em segunda instância, a expectativa no Congresso (até entre defensores da proposta) é de que Rodrigo Maia (DEM-RJ) mantenha tudo parado até o fim das eleições municipais (29 de novembro). O tema voltou à agenda nacional após o habeas corpus concedido pelo STF ao traficante André do Rap, condenado em segunda instância. Só a boa vontade de Maia também não bastará depois das eleições: os líderes também precisam encampar a ideia.

Devagar 1. A justificativa de Maia é regimental, mas já está caindo de madura: resolução foi aprovada no início da pandemia suspendendo as comissões com o início do sistema remoto.

Devagar 2. Como pano de fundo, há impasse em torno do comando de comissões permanentes da Casa, em especial da CCJ.

Apoio. Até o momento, assinaram o requerimento de urgência para a retomada da comissão: Cidadania, Republicanos, PSDB, PV, Novo e Podemos, representando menos de cem deputados. São necessários 257.

Como é… O senador Jaques Wagner (PT-BA) apresentou requerimento de informação ao GSI. Quer saber o que os agentes da Abin foram fazer na 25ª Conferência do Clima (COP) da ONU, conforme mostrou o Estadão.

… que é? “Essa não é a função da Abin. O órgão não pode servir de instrumento para a defesa dos interesses políticos específicos dos governantes de plantão”, diz o senador.

SINAIS PARTICULARES.

Jair Bolsonaro, presidente da República

Kleber Salles

Contaminando. Adversários de Vanderlan Cardoso (PSD-GO) têm ajudado a divulgar nas redes sociais áudio do candidato à prefeitura de Goiânia, revelado pela Coluna, em que chama Chico Rodrigues (DEM-RR) de “amigo e companheiro”.

Aquele. Rodrigues, então vice-líder de Bolsonaro no Senado, foi pego com dinheiro nas nádegas.

Ao vivo. A deputada estadual Janaína Paschoal (PSL) reiterou publicamente, em live neste final de semana, seu apoio a Andrea Matarazzo (PSD) na disputa pela Prefeitura.

CLICK. A Rede criou um jogo de “cara-a-cara” de candidatos a vereadores no vão do Masp. A candidata a prefeita Marina Helou acompanhou a “brincadeira” com eleitores.

Mídia. Em tempos de ataque à imprensa, o Instituto para Reforma das Relações entre Estado e Empresa lançará o Prêmio IREE de Jornalismo para destacar as melhores reportagens sobre política, economia e negócios publicadas entre novembro de 2019 e novembro próximo.

 

PRONTO, FALEI!

Divulgação

Fábio Lepique, secretário executivo de Bruno Covas: “O PCC faz bem ser contra o 45 (número de urna do PSDB). Se Bruno Covas ganhar, tempos difíceis virão. Mas resta saber quem eles apoiam.”

COM REPORTAGEM DE ALBERTO BOMBIG E MARIANNA HOLANDA.

 

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: