FELIPE RAU/ESTADAO
FELIPE RAU/ESTADAO

Lula diz que pedido a Marco Aurélio motivou decisão de Moro

Ex-presidente falou ao jornalista Kennedy Alencar, da CBN, que 'sonho de consumo do Moro é me manter pelo menos um dia preso'

O Estado de S.Paulo

05 Abril 2018 | 22h46

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva disse ao jornalista Kennedy Alencar, da rádio CBN, que o juiz federal Sérgio Moro tomou a decisão de pedir sua prisão hoje em razão da apresentação em Brasília de um pedido ao ministro Marco Aurélio Mello, no âmbito da declaração de constitucionalidade sobre segunda instância, ao qual o ministro tinha se mostrado favorável.

+ Moro ordena prisão de Lula; acompanhe ao vivo

+ Lula vai preso já? Lula pode se candidatar? Veja os cenários do ex-presidente condenado

+ Prisão de Lula leva pânico a políticos investigados

Advogados do PEN, capitaneados pelo criminalista Antônio Carlos de Almeida Castro, o Kakay, pediram nesta quinta-feira ao STF uma medida cautelar para permitir a execução provisória de pena, como a prisão, após uma decisão do STJ, tese defendida pelos ministros Gilmar Mendes e Dias Toffoli no julgamento do habeas corpus de Lula.

"O sonho de consumo desse pessoal e do Moro é me manter pelo menos um dia preso. Moro aposta na radicalização. Mas estou calmo e sereno", disse Lula, segundo relato do jornalista.

+ ‘Pedido de prisão é mais arbitrário do século’, diz defesa de Lula

O ex-presidente argumentou que havia um recurso que seria julgado até o dia 9. O ex-presidente disse também que vai aguardar orientação dos advogados para ver se vai se apresentar amanhã. 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.