Felipe Rau/ Estadão
Felipe Rau/ Estadão

Lula fará pronunciamento na sede do Sindicato dos Metalúrgicos

Aliados do ex-presidente defendem que ele não se apresente à Polícia Federal

Rodolfo Mondoni, O Estado de S.Paulo

06 Abril 2018 | 15h53

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva se prepara para fazer um pronunciamento no Sindicato dos Metalúrgicos do ABC, em São Bernardo, onde está reunido com líderes do Partido dos Trabalhadores (PT) e militantes, desde a noite de quinta-feira, depois que o juiz Sérgio Moro decretou sua prisão e estipulou um prazo para que o ex-presidente se entregue até as 17h desta sexta. Condenado a 12 anos de reclusão por corrupção passiva e lavagem de dinheiro, o petista se mantém até agora decidido a não sair do sindicato.

+++Entenda o que acontece se Lula não se entregar à PF 

O ex-assessor especial da presidência Gilberto Carvalho, um dos mais próximos e antigos colaboradores do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, defendeu ao Estado que a militância lulista faça um cordão humano em torno do Sindicato dos Metalúrgicos do ABC e impeça o cumprimento da ordem de prisão contra o ex-presidente. 

+++Prisão do Lula: tudo o que você precisa saber

Outros aliados também defendem que o ex-presidente não se entregue. Caso resista, juristas ouvidos pelo Estado afirmam que algemas poderão ser usadas no ato da prisão.

Prisão de Lula AO VIVO

Acompanhe aqui outras notícias sobre a prisão do ex-presidente minuto a minuto.

Confira a cobertura do 'Estadão' em tempo real sobre a prisão do ex-presidente

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.