JF Diorio/Estadão
JF Diorio/Estadão

Tucanos querem barrar a filiação de Frota no PSDB

Pedido formal de impugnação é assinado pelo ex-senador José Aníbal e o ex-presidente estadual da sigla Pedro Tobias

Pedro Venceslau, O Estado de S.Paulo

19 de agosto de 2019 | 18h22

A filiação do deputado federal Alexandre Frota ao PSDB é alvo de um pedido formal de impugnação assinado pelo ex-senador José Aníbal e o ex-presidente estadual da sigla Pedro Tobias. Em ofício obtido pela reportagem e que foi enviado ao diretório estadual, os tucanos dizem que o pedido de filiação deve ser impugnado “haja vista que o postulante possui vasto histórico de hostilidades ao PSDB e suas mais emblemáticas lideranças, tendo deferido ofensas ao à época Presidente Nacional do partido e candidato à Presidência da República, Geraldo Alckmin.”

“O vídeo publicado por Frota na eleição do ano passado é pornografia política. Caracteriza o PSDB como partido da pior espécie. Justo nós que demos rumo ao Brasil com o real. E agora, no dia da sua “filiação”, diz que a deputada Joice (Hasselmann, do PSL) é sua candidata à prefeita de São Paulo. O presidente do PSDB diz sempre que nosso principal objetivo nas eleições de 2020 é a eleição de Bruno Covas”, disse Aníbal ao Estado.

Segundo tucanos, o pedido contaria com o aval de Alckmin. Antes de entrar no PSDB, Frota foi um crítico dos governos do PSDB, especialmente de Alckmin, a quem atacou com palavrões. 

Presidente do PSDB de SP, Marco Vinholi afirmou que a representação “não tem nenhum fundamento”. “É uma manifestação individual deles, sem respaldo jurídico ou político. Frota tem dado uma boa contribuição no parlamento e vem para o PSDB para apoiar o partido com seu trabalho.”

A Coluna do Estadão revelou que o sociólogo Fernando Guimarães, líder do Movimento PSDB Esquerda Pra Valer, decidiu interpelar o governador João Doria pela filiação de Frota.

TV ESTADÃO: Frota é expulso do PSL

“O comportamento político reacionário de Alexandre Frota difere de maneira incontornável não apenas dessas doutrinas (históricas da sigla), mas também dos princípios democráticos e republicanos. O governador deve esclarecer se endossa tais manifestações (do deputado)”, disse Guimarães.

O sociólogo é alvo de um pedido de expulsão feito pelo diretório do PSDB-SP. Após o ato de filiação no PSDB, Frota foi questionado sobre as declarações e respondeu que faz do “novo PSDB”. Tucanos históricos, no entanto, manifestaram desconforto com a entrada de Frota.

'Culpado'.

O senador Major Olimpio (PSL-SP) disse ontem que se sente "culpado" por ter sido o responsável pela filiação de Frota. Em Marília (SP), onde participou de evento ao lado do ministro Sérgio Moro (Justiça e Segurança Pública), Olimpio criticou o comportamento do deputado para justificar o apoio pela expulsão. “Criticar se pode criticar o tempo todo, só não pode caluniar, ofender e é preciso conhecer o regimento interno do partido”, disse.  / COLABOROU CARLOS TEIXEIRA, ESPECIAL PARA O ESTADO 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.