JF Diorio/Estadão
JF Diorio/Estadão

Frota diz que não fica ‘constrangido’ com Aécio no PSDB porque o PSL ‘tinha o Queiroz’

Deputado expulso do partido do presidente Bolsonaro assina filiação tucana em ato político do governador João Doria

Pedro Venceslau, O Estado de S.Paulo

16 de agosto de 2019 | 20h03

O governador João Doria organizou nesta sexta-feira, 16, um ato político para anunciar a filiação do deputado Alexandre Frota ao PSDB, conforme foi antecipado Estado. O parlamentar foi expulso do PSL a pedido do presidente Jair Bolsonaro, após ter criticado o governo. Antes de fechar com o PSDB, Frota negociou sua transferência com o DEM, PRB, PP e PR. A opção pelos tucanos foi fruto da relação do deputado com Doria, que foi apoiado por ele na disputa pelo governo paulista no ano passado. O apoio a Doria contrariou a direção do PSL paulista.

Leia Também

Pró-corrupção

Pró-corrupção

Frota tentou evitar perguntas dos jornalistas na sala de eventos do diretório do PSDB, mas foi abordado no estacionamento e acabou respondendo sobre o que pensava em relação ao fato de estar no mesmo partido do deputado Aécio Neves (MG), flagrado pedindo um empréstimo de R$ 2 milhões ao empresários Joesley Batista, da JBS. “Não fico constrangido em estar no partido que tem o Aécio. Eu estava num partido que tinha o Queiroz”, respondeu o deputado, citando o ex-assessor do senador Flávio Bolsonaro (PSL-RJ) na Assembleia do Rio, Fabrício Queiroz, alvo de investigação por movimentações “atípicas” em sua conta bancária.

No ato, Doria disse que a amizade com Frota precedia a política e vinha dos tempos que ambos trabalhavam na televisão. O governador lembrou que Frota e a hoje líder do governo no Congresso, deputada Joice Hasselmann, foram os únicos quadros do PSL que o apoiaram, o que contrariou o então presidente do partido, Major Olímpio.

Em sua fala, Doria exaltou o “novo” PSDB e fez indiretas a antigos dirigentes tucanos, ausentes no evento. “O novo PSDB toma decisões. O PSDB do passado está na história. A solenidade também contou a presença do prefeito Bruno Covas, do ex-deputado Bruno Araújo, presidente nacional do PSDB, do secretário Marco Vinholi, presidente estadual.

Notícias relacionadas

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.