Gabriela Biló/Estadão
Gabriela Biló/Estadão

Quem é Vera Lúcia? Conheça a candidata do PSTU à Prefeitura de São Paulo

A cientista social ajudou a fundar o partido do qual faz parte e concorreu a presidente da República em 2018

Mílibi Arruda, especial para O Estado

19 de outubro de 2020 | 21h18

Vera Lúcia Salgado, sindicalista e uma das fundadoras do PSTU, é a candidata à Prefeitura de São Paulo pelo partido nas eleições 2020. Graduada em Ciências Sociais pela Universidade Federal de Sergipe, a candidata concorreu à Presidência da República pela mesma sigla em 2018. Ficou na 11ª posição entre 13 concorrentes, com 55.762 votos ou 0,05% do total. 

Também disputou a prefeitura de Aracaju em quatro ocasiões, entre 2004 e 2016. Além disso, concorreu aos cargos de deputada federal, em 2006 e 2014, e de governadora de Sergipe, em 2010. Nas eleições 2020, o professor Lucas Antônio Nizuma Simabukulo compõe a chapa como vice.

O plano de governo da candidata é marcado por críticas aos governos federal, municipal e à atual gestão municipal. A estatização de serviços municipais em áreas como saúde, transporte e educação são algumas das principais propostas.

Para Entender

Veja propostas de Vera Lúcia

Confira quais são os principais pontos do plano de governo da candidata do PSTU para a Prefeitura de São Paulo nas áreas da Saúde, Educação, Emprego, Transporte, Segurança, Meio Ambiente e Habitação

Em pesquisa Ibope/Estadão/TV Globo divulgada em 15 de outubro, Vera aparece em sétimo lugar com 1% das intenções de voto, junto com outros oito candidatos. Em levantamento anterior, publicado no início de outubro, a candidata teve 2% e ficou em quinto lugar.

Biografia e carreira política

Nascida em 1967 em Inajá, no Sertão de Pernambuco, Vera Lucia migrou ainda criança com a família para Aracaju e se estabeleceu na periferia da capital sergipana. Começou a trabalhar com 14 anos e executou as funções de garçonete, faxineira e datilógrafa. 

Para Entender

Veja quem são os candidatos a prefeito de São Paulo nas eleições 2020

Conheça todos os nomes na corrida eleitoral pela Prefeitura de São Paulo, capital paulista

Aos 19 anos, se tornou operária da indústria de calçados e iniciou sua trajetória no movimento sindical. Chegou ao cargo de diretora do sindicato da categoria e atuou na Federação Nacional dos Trabalhadores do Ramo Têxtil.

O PT foi o primeiro partido ao qual foi filiada. Em 1992, foi expulsa da sigla, por fazer parte da Convergência Socialista, divisão interna que apoiou o impeachment do presidente Fernando Collor. Em 1994, ajudou na fundação do PSTU, partido em que permanece desde a data.

Concorreu à prefeitura de Aracaju quatro vezes, em 2004, 2008, 2012 e 2016. Também concorreu à deputada federal por Sergipe, em 2006 e 2014, e à governadora do Estado em 2010.

Em 2018, substituiu o ex-metalúrgico José Maria de Almeida como candidata à Presidência da República pelo PSTU. Almeida concorreu ao cargo em quatro eleições pela sigla. Com Vera como titular, o partido teve o pior desempenho em chapa própria para presidente, com 0,05% do total de votos.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.