André Dusek/Estadão
André Dusek/Estadão

Maia diz que não conversou com Ciro e que mantém pré-candidatura

Partido do presidente da Câmara, o DEM tem sido cortejado pelas pré-candidaturas de Ciro Gomes do PDT e do ex-governador Geraldo Alckmin, do PSDB

Constança Rezende e Vinicus Neder, O Estado de S.Paulo

15 Junho 2018 | 14h39

RIO - O presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), disse que continua trabalhando em sua pré-candidatura à presidência e que não conversou com o também pré-candidato Ciro Gomes (PDT) sobre eventual apoio. Ele negou as especulações de que desistiria de sua candidatura e que já estaria se aproximando de Ciro.

++ Maia e Álvaro articulam aliança para isolar PSDB-MDB

++ Após encontro com Maia, Cid Gomes diz que prioridade do PDT é o PSB

"Estou trabalhando (na pré-candidatura). Especulação é da política. Eu não desminto especulação. Só contesto ou discuto quando a informação é verdadeira. Deixa o pessoal falar", disse Maia, em evento da Câmara Espanhola de Comércio, na manhã desta sexta-feira, 15, no Rio.

Maia também falou que "ficar especulando sobre nada é besteira". "Para alguns jornais, nós já estamos apoiando o Ciro. Eu nem falei com o Ciro ainda. Então, ficar especulando sobre nada é besteira. Vamos continuar trabalhando. O Brasil precisa de mudanças, precisa dar oportunidade a que ainda não governou o Brasil", afirmou. 

++ Maia cogita aliança com Ciro Gomes no segundo turno

Nesta semana, Maia jantou com o ex-governador do Ceará, Cid Gomes, irmão de Ciro. Na conversa, Maia disse ao BR18 que ele e Cid “discutiram os cenários políticos do Brasil”. Mas negou que tivesse havido algum avanço em termos de aliança do DEM com Ciro.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.