Postagens falsas ligam Silvio Santos a frase sobre manter esquerda longe do poder
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Postagens falsas ligam Silvio Santos a frase sobre manter esquerda longe do poder

Mensagem circulou sem autoria durante as eleições municipais 2020, mas voltou a viralizar recentemente

Pedro Prata

11 de julho de 2021 | 19h04

É falso que o apresentador Silvio Santos tenha dito que “se o brasileiro mantiver a esquerda longe do poder por uns 20 anos, o Brasil será uma das nações mais prósperas do mundo”. Esse boato circulou inicialmente em novembro de 2020, mês das eleições municipais, mas voltou a viralizar. A postagem checada foi compartilhada ao menos 2,7 mil vezes esta semana.

“Fake news. Ele nunca falou isso”, disse ao Estadão Verifica a assessoria de comunicação do SBT, emissora da qual ele é dono. A postagem com a frase e o rosto do apresentador traz o sobrenome Abravanel, que Silvio não utiliza.

Foto: Reprodução

Em novembro de 2020, o primeiro e o segundo turnos das eleições municipais ocorreram em 15 e 29 de novembro, respectivamente. Naquele mês, a frase também viralizou, mas sem ser creditada ao apresentador. Ela ainda dizia que “isso vale também para os municípios. Domingo, não vote em candidatos de partidos de esquerda”.

Em 2018, meses antes das eleições presidenciais, um quadro do Programa Silvio Santos foi alterado digitalmente para simular apoio a Jair Bolsonaro (sem presidente). Bolsonaro acabaria eleito no segundo turno.

Esse conteúdo também foi checado pela Lupa.


Este boato foi checado por aparecer entre os principais conteúdos suspeitos que circulam no Facebook. O Estadão Verifica tem acesso a uma lista de postagens potencialmente falsas e a dados sobre sua viralização em razão de uma parceria com a rede social. Quando nossas verificações constatam que uma informação é enganosa, o Facebook reduz o alcance de sua circulação. Usuários da rede social e administradores de páginas recebem notificações se tiverem publicado ou compartilhado postagens marcadas como falsas. Um aviso também é enviado a quem quiser postar um conteúdo que tiver sido sinalizado como inverídico anteriormente.

Um pré-requisito para participar da parceria com o Facebook  é obter certificação da International Fact Checking Network (IFCN), o que, no caso do Estadão Verifica, ocorreu em janeiro de 2019. A associação internacional de verificadores de fatos exige das entidades certificadas que assinem um código de princípios e assumam compromissos em cinco áreas:  apartidarismo e imparcialidade; transparência das fontes; transparência do financiamento e organização; transparência da metodologia; e política de correções aberta e honesta. O comprometimento com essas práticas promove mais equilíbrio e precisão no trabalho.

Tudo o que sabemos sobre:

fake news [notícias falsas]silvio santos

publicidade

publicidade

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.