Foto de hospital de campanha recém-aberto é usada para questionar gravidade da covid-19 em São Paulo
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Foto de hospital de campanha recém-aberto é usada para questionar gravidade da covid-19 em São Paulo

Registro é de unidade montada em Santo André (SP), que recebeu primeiros pacientes na data mais antiga das postagens

Samuel Lima, especial para o Estado

28 de abril de 2020 | 14h18

Leia a versão em espanhol

Circula nas redes sociais a foto de um hospital de campanha com leitos vazios e profissionais de saúde parados. A legenda questiona a existência de “doentes de coronavírus” e minimiza a gravidade da covid-19 em São Paulo. As postagens não informam, porém, que o registro mostra uma unidade médica recém-inaugurada, montada no Complexo Esportivo Pedro Dell’Antonia, em Santo André (SP). O hospital de campanha foi aberto em 15 de abril e recebeu os primeiros pacientes no dia 17 — data das primeiras publicações da foto.

O Estadão Verifica fez uma busca reversa de imagem no Google e encontrou diversas postagens no Twitter, Instagram e Facebook. A mais antiga delas é do dia 17 de abril, às 15h45min, compartilhada pelo perfil @bolsonar0sempre no Twitter. Apesar de não constar a localização como sendo o Complexo Esportivo Pedro Dell’Antonia, a reportagem confirmou se tratar do espaço ao comparar a foto postada nas redes sociais com registros da inauguração.

Hospital de campanha em Santo André. Foto: Helber Aggio/Prefeitura de Santo André

De acordo com material disponível no site da Prefeitura Municipal de Santo André, o hospital de campanha recebeu as primeiras três pacientes naquela mesma data, 17 de abril. O artigo também afirma que o hospital de campanha funciona “como retaguarda do serviço público de saúde” e que as transferências para o espaço são realizadas com base na ocupação do Centro Hospitalar Municipal Dr. Newton da Costa Brandão, referência da cidade.

O número de pacientes no hospital de campanha era de 39 pessoas nesta segunda-feira, 27 de abril, segundo informações fornecidas pela Secretaria de Saúde do município. A capacidade do local é de 180 atendimentos simultâneos. O órgão também relata que todos os 20 leitos de Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) destinados à covid-19 no Centro Hospitalar Municipal Dr. Newton da Costa Brandão estavam ocupados.

Santo André registrou 378 casos de covid-19 e 20 óbitos até as 15h desta segunda-feira, 27, de acordo com informações da Secretaria Estadual da Saúde de São Paulo. A cidade tem cerca de 718 mil habitantes e teve o primeiro registro da doença no dia 16 de março. Em todo o Estado de São Paulo, são 1.825 mortes e 21.696 casos de infecção pelo novo coronavírus.

O Aos Fatos também publicou checagem sobre esse conteúdo.

Vereador divulgou vídeo no mesmo hospital

Não é a primeira vez que o hospital de campanha do Complexo Esportivo Pedro Dell’Antonia aparece em boatos nas redes sociais. O Estadão Verifica analisou, na semana passada, vídeo compartilhado pelo vereador de Santo André Sargento Ivanildo Lôbo (Patriota) em que defende que a situação da pandemia não é grave na cidade. Assim como as fotos, o conteúdo não informa que o hospital tinha sido recém-aberto na ocasião, nem traz informações sobre a ocupação de leitos na rede pública de saúde.

Este boato foi checado por aparecer entre os principais conteúdos suspeitos que circulam no Facebook. O Estadão Verifica tem acesso a uma lista de postagens potencialmente falsas e a dados sobre sua viralização em razão de uma parceria com a rede social. Quando nossas verificações constatam que uma informação é enganosa, o Facebook reduz o alcance de sua circulação. Usuários da rede social e administradores de páginas recebem notificações se tiverem publicado ou compartilhado postagens marcadas como falsas. Um aviso também é enviado a quem quiser postar um conteúdo que tiver sido sinalizado como inverídico anteriormente.

Um pré-requisito para participar da parceria com o Facebook  é obter certificação da International Fact Checking Network (IFCN), o que, no caso do Estadão Verifica, ocorreu em janeiro de 2019. A associação internacional de verificadores de fatos exige das entidades certificadas que assinem um código de princípios e assumam compromissos em cinco áreas:  apartidarismo e imparcialidade; transparência das fontes; transparência do financiamento e organização; transparência da metodologia; e política de correções aberta e honesta. O comprometimento com essas práticas promove mais equilíbrio e precisão no trabalho.

Versão em espanhol

Texto traduzido pelo LatamChequea, grupo colaborativo que reúne dezenas de fact-checkers da América Latina no combate à desinformação relacionada ao novo coronavírus.

Usan foto de hospital de campaña recién inaugurado para cuestionar la gravedad de la Covid-19 en San Pablo

ABRIL 28, 2020

Por las redes sociales circula la foto de un hospital de campaña con camas vacías y profesionales de salud sin actividad. El epígrafe cuestiona que haya “enfermos de coronavirus” y minimiza la gravedad de la Covid-19 en San Pablo. Pero las publicaciones no informan que la imagen muestra una unidad médica recién inaugurada, montada en el Complejo Deportivo Pedro Dell´Antonia, en Santo André (SP). El hospital de campaña fue inaugurado el 15 de abril y recibió los primeros pacientes el día 17, fecha de las primeras publicaciones de la foto.

Estadão Verifica hizo una búsqueda inversa de imagen en Google y encontró diversas publicaciones en Twitter, Instagram y Facebook. La más antigua data del 17 de abril a las 15:45h, compartido por el perfil @bolsonar0sempre en Twitter. A pesar de que no consta la localización como el Complejo Deportivo Pedro Dell´Antonia, el reportaje confirmó que se trata del lugar al comparar la foto subida en las redes sociales con las tomadas en la inauguración.

De acuerdo con el material disponible en el sitio de la Municipalidad de Santo André, el hospital de campaña recibió los primeros pacientes en esa misma fecha, el 17 de abril. El artículo confirma además que el hospital de campaña funciona “como retaguardia del servicio público de salud”, y que las derivaciones al lugar se realizan en base a la ocupación del Centro Hospitalario Municipal Dr. Newton da Costa Brandão, referente de la ciudad.

Según la información brindada por la Secretaría de Salud del municipio, el lunes 27 de abril había 39 pacientes en el hospital de campaña. La capacidad del lugar es de 180 atenciones simultáneas. El organismo también relata que las 20 camas en la Unidad de Tratamiento Intensivo (UTI) destinadas a enfermos por Covid-19 en el Centro Hospitalario Municipal Dr. Newton da Costa Brandão estaban ocupadas.

Santo André registró 378 casos de Covid-19 y 20 fallecimientos hasta las 15h del lunes 27, según datos de la Secretaría Estadual de Salud de San Pablo. La ciudad tiene cerca de 718.000 habitantes y registró su primer caso de la enfermedad el 16 de marzo. En todo el Estado de San Pablo, se contabilizaron 1825 muertes y 21.696 casos de infección por el nuevo coronavirus. 

Aos Fatos también publicó un chequeo sobre este contenido.

Concejal divulgó video del mismo hospital

No es la primera vez que el hospital de campaña del Complejo Deportivo Pedro Dell´Antonia aparece en rumores en las redes sociales. La semana pasada, Estadão Verifica analizó el video que compartió el concejal de Santo André, Sargento Ivanildo Lôbo (Patriota) en el que argumenta que la situación de la pandemia no es grave en la ciudad. Al igual que las fotos, el contenido no informa que el hospital había sido recién inaugurado. Tampoco brinda datos sobre la ocupación de camas en la red pública de salud.

 

publicidade

publicidade

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.