Lula diz ao Tribunal de Lava Jato que vai à Etiópia após julgamento

Lula diz ao Tribunal de Lava Jato que vai à Etiópia após julgamento

Ex-presidente informou ao Tribunal Regional Federal da 4.ª Região que embarca para África a convite da União Africana, entidade que reúne 54 Estados, apenas dois dias depois do seu julgamento pela Corte, e retorna ao Brasil no dia 29

Ricardo Brandt, enviado especial a Porto Alegre, Julia Affonso e Luiz Vassallo

16 Janeiro 2018 | 19h12

Lula. Foto: Eraldo Peres/AP

A defesa do ex-presidente Lula informou nesta terça-feira, 16, ao Tribunal Regional Federal da 4ª. Região (TRF-4) que irá participar de um encontro de líderes na Etiópia no próximo dia 27, a convite da União Africana, entidade que reúne 54 Estados.

Relator da Lava Jato diz ‘não’ a Lula

Defesa de Lula insiste que OAS é dona do triplex


Okamotto põe dois deputados do PT como seus advogados para julgamento de Lula

O ex-presidente embarcará no dia 26. O retorno está marcado para 29 de janeiro.

“O comunicado foi feito ao Tribunal em atenção à lealdade processual”, assinalou o advogado Cristiano Zanin Martins, defensor do ex-presidente.

Lula foi condenado pelo juiz Sérgio Moro a 9 anos e seis meses de reclusão por corrupção passiva e lavagem de dinheiro no processo do famoso triplex do Guarujá.

Contra a sua condenação, o petista recorreu ao TRF-4. No dia 24, a Corte federal vai julgar os recursos do ex-presidente e de outros seis réus neste processo. Lula não vai ao julgamento.

Mais conteúdo sobre:

Lulaoperação Lava Jato