Felipe Rau/Estadão
Felipe Rau/Estadão

Sem citar nova denúncia, Temer diz estar com 'consciência tranquila e alma leve'

Presidente da República participa de cerimônia em Foz do Iguaçu (PR)

Daniel Weterman, O Estado de S.Paulo

21 de dezembro de 2018 | 18h50

Prestes a deixar o governo e alvo de uma denúncia apresentada Procuradoria-Geral da República (PGR) nesta semana, o presidente Michel Temer disse, nesta sexta-feira, 21, que está com "consciência tranquila e alma leve". A declaração foi dada durante cerimônia em Foz do Iguaçu (PR) que marca a construção de duas pontes ligando o Brasil ao Paraguai. O emedebista não citou a acusação da PGR, mas falou apenas de medidas adotadas no governo.

"Eu saio, como alguém falou aqui ou lá enquanto conversávamos, com a consciência absolutamente tranquila, com a alma leve, com um sentimento de que nós produzimos muito pelos nossos países", declarou Temer, ao lado do presidente do Paraguai, Mario Abdo.

Mais conteúdo sobre:
Michel Temer

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.