Dida Sampaio/ Estadão
Dida Sampaio/ Estadão

AO VIVO

Eleições: 2020: notícias, resultados e apuração do 2° turno

Presidente da CCJ do Senado cobra pedido de desculpas de Bolsonaro ao Congresso

Simone Tebet, do MDB, diz que crítica do presidente a Rodrigo Maia foi 'indevida' e 'infeliz'

Marlla Sabino, O Estado de S.Paulo

17 de abril de 2020 | 14h28

BRASÍLIA - A presidente da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ), Simone Tebet (MDB-MS), afirmou que as falas do presidente Jair Bolsonaro contra o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), expôs todos os parlamentares e cobrou pedido de desculpa do chefe do Executivo. 

Na quinta-feira à noite, após demitir Luiz Henrique Mandetta do Ministério da Saúde, o presidente insinuou, em entrevista à CNN, que Maia trama contra o seu governo.

“Não vamos tapar o sol com a peneira. A fala de ontem, infeliz, do presidente da República expôs todos nós, expôs de forma indevida”, disse. “Neste momento em que estamos fazendo um esforço para aprovar medidas relevantes para o País, a fala do presidente foi indevida e enseja, para todos nós, o Congresso Nacional como um todo, um pedido de desculpas neste momento."

Durante pronunciamento, Simone Tebet disse que os parlamentares estão ajudando o governo com aprovação de medidas para enfrentamento da pandemia do novo coronavírus. Afirmou ainda que a reação do Senado contra a votação da Medida Provisória do Contrato Verde e Amarelo "é natural", mas que espera que até segunda-feira, prazo final para votação do texto, todas as questões estejam resolvidas. 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.