Reprodução/Facebook
Reprodução/Facebook

Presidente da Anvisa acompanhou Bolsonaro no encontro com manifestantes no Palácio do Planalto

Atitudes contrariam orientações do Ministro da Saúde; manifestantes pró-governo promovem atos neste domingo, 15

Jussara Soares e Mateus Vargas, O Estado de S.Paulo

15 de março de 2020 | 15h28

BRASÍLIA - O diretor-presidente substituto da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), Antonio Barra Torres, acompanhou o presidente Jair Bolsonaro em ato pró-governo neste domingo, 15. Na companhia do médico e contra-almirante da Marinha, Bolsonaro se aproximou dos manifestantes, fez selfies com o rosto colocado e tocou nas mãos das pessoas. Em alguns momentos da transmissão do encontro, Torres aparece filmando os cumprimentos entre Bolsonaro e os apoiadores presentes. 

Essas atitudes contrariam as orientações do Ministério da Saúde para a população para controlar a epidemia do coronavírus.

A presença do diretor da Anvisa na manifestação causou perplexidade em técnicos da área da Saúde do governo. Para eles, a ida de Bolsonaro ao ato acompanhado de Barra tira crédito da campanha de prevenção que vinha sendo feita e confunde a população.

Os órgãos ainda não se manifestaram sobre a presença de Bolsonaro e Barra Torres na manifestação.

Fontes médicas e do governo informaram que a recomendação para Bolsonaro, que testou negativo para coronavírus, era permanecer em isolamento até a próxima quarta, quando se completa sete dias de seu último contato com o secretário de Comunicação, Fabio Wajngarten, infectado com o coronavírus. Além dele, outras sete pessoas que estiveram com Bolsonaro nos Estados Unidos também testaram positivo para a Covid-19.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.