JF DIORIO/ESTADÃO
JF DIORIO/ESTADÃO

Partidos devem se refazer junto com os movimentos, diz FHC no Twitter

Ex-presidente usou sua conta na rede social nesta segunda-feira, 19, para defender que hajam alianças novas e que 'sentimentos' contem mais que 'partidos'

Marcelo Osakabe, O Estado de S.Paulo

19 Novembro 2018 | 13h41

Os partidos de oposição devem se juntar aos movimentos sociais e "filtrar" as ações do próximo governo de olho no interesse do Brasil, declarou nesta segunda-feira, 19, o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso.

Em seu perfil no Twitter, o presidente de honra do PSDB disse ainda que "sentimentos contarão mais que partidos" e que as legendas precisam se "refazer" junto aos movimentos sociais.

"Hora de agir, pensando. Constituição na mão, oposições e sociedade filtrarão ação do Governo no interesse do Brasil. Sentimentos contarão mais que partidos. Estes devem refazer-se juntos com os movimentos."

Ainda de acordo com o tucano, o movimento deve passar por "alianças novas, corrupção zero, emprego e decência." "Criar futuro", resumiu.

Oposição. Líderes do partido do ex-presidente têm dado declarações divergentes a respeito de um posicionamento no governo do presidente eleito Jair Bolsonaro. Enquanto o governador eleito João Doria defende que os tucanos apoiem o presidente, outros têm resistido mais a essa ideia.

O próprio ex-presidente é crítico ao Bolsonaro. O ex-governador Geraldo Alckmin disse, na semana passada, que o partido é de centro e que "não existe guinada à direita no PSDB".

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.