Amanda Perobelli/Estadão
Amanda Perobelli/Estadão

Kassab é oficialmente afastado da Casa Civil do governo Doria

Kassab está afastado, agora oficialmente, para se defender de acusações de corrupção no caso JBS

Matheus Lara, O Estado de S.Paulo

04 de janeiro de 2019 | 09h08

O Diário Oficial do Estado de São Paulo traz nesta sexta-feira, 4, a confirmação do afastamento de Gilberto Kassab da Casa Civil do governo de João Doria (PSDB). No decreto, retroativo à quinta, 3, o governador aponta que o motivo do afastamento "sem qualquer ônus para o Estado" são "interesses pessoais".

Kassab está afastado, agora oficialmente, para se defender de acusações de corrupção no caso JBS. Ele não participou da primeira reunião do secretariado na quarta-feira. Em seu lugar estava o secretário-adjunto Antonio Carlos Malufe. Após se encontrar com Rodrigo Maia (DEM) nesta sexta, 4, Doria se negou mais uma vez a comentar a nomeação e a licença de Kassab.

A Procuradoria-Geral da República afirmou que ele teria recebido R$ 58 milhões do grupo J&F entre os anos de 2010 e 2016. Em 19 de dezembro, ele foi alvo de busca e apreensão. Em entrevista exclusiva ao Estado, Kassab disse que não teme ser preso e se defende das acusações.

Mais conteúdo sobre:
Gilberto Kassab

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.