DIVULGAÇÃO/GOVERNO SP
DIVULGAÇÃO/GOVERNO SP

Doria faz desagravo a Mandetta após críticas de Bolsonaro

Sem citar o presidente, governador 'presta solidariedade' ao ministro da Saúde: 'Tenho certeza que seu esforço é reconhecido por todos'

Paloma Cotes, O Estado de S.Paulo

03 de abril de 2020 | 14h01

 

 

 

O governador João Doria (PSDB) fez elogios ao ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, durante entrevista coletiva para falar sobre medidas de combate ao coronavírus no Estado de São Paulo. "Queria prestar minha solidariedade ao ministro da Saúde. Mandetta tem sido dedicado, correto, fluído nas informações com os Estados e especialmente com a área da saúde", afirmou. 

Doria destacou que o ministro "vem tendo uma relação distanciada de visão política". "Tenho certeza que seu esforço é reconhecido por todos, pelo mundo da ciência, da medicina, de outros governadores também. O ministro vem tendo uma relação distanciada de visão política, de ideologismo e de partidarismo. Tem uma visão técnica e científica. Esperamos que o senhor resista aos despreparados. A sua resistência como ministro da Saúde está ajudando a salvar vidas de milhares de brasileiros e os brasileiros estarão ao seu lado", afirmou.

O desagravo de Doria a Mandetta acontece um dia após o presidente Jair Bolsonaro enquadrar publicamente o ministro. “O Mandetta já sabe que a gente está se bicando algum tempo. Eu não pretendo demitir o ministro no meio da guerra. Agora, ele é uma pessoa que em algum momento extrapolou. Eu sempre respeitei todos os ministros, o Mandetta também. Ele montou o ministério de acordo com sua vontade. Eu espero que ele dê conta do recado”, disse Bolsonaro em entrevista à rádio Jovem Pan. Questionado sobre a fala do presidente, o ministro respondeu: "Trabalho, lavoro, lavoro", repetindo a palavra que significa "trabalho" em italiano.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.