Werther Santana/Estadão
Werther Santana/Estadão

Datafolha: Brasileiros veem TVs e jornais como os mais confiáveis para se informar sobre coronavírus

Redes sociais e aplicativos de mensagens são apontados como os menos confiáveis

Redação, O Estado de S.Paulo

23 de março de 2020 | 13h19

Pesquisa do Datafolha divulgada nesta segunda, 23, mostra que os brasileiros veem TVs e jornais como as fontes mais confiáveis na divulgação de informações sobre a pandemia de coronavírus. Por outro lado, redes sociais e aplicativos de mensagens são apontados como os menos confiáveis. O levantamento foi feito na quarta, 18. Foram ouvidas 1.558 pessoas por telefone. 

As pessoas foram questionadas se confiam ou não em informações sobre o vírus veiculadas em: jornais impressos, programas jornalísticos de TV, de rádio, sites de notícias, WhatsApp e Facebook. TV e jornais impressos aparecem à frente no índice de confiança com 61% e 56% respectivamente, seguidos de rádio (50%) e sites de notícias (38%). Para WhatsApp e o Facebook, o índice de confiança é de 12%.

De acordo com o levantamento, pessoas com mais de 60 anos e menos escolarizadas acreditam mais nas redes sociais. Dos entrevistados que têm até o ensino fundamental, 18% disseram confiar em informações recebidas pelo WhatsApp e 17% pelo Facebook.

As pessoas também foram perguntadas em que mídias não confiam para a veiculação de informações sobre o coronavírus. WhatsApp lidera com 58%, seguido de Facebook (50%). Sites de notícias aparecem com 22%, seguidos de jornais na TV (12%) e por fim jornais impressos (11%).

Na sexta, 20, um estudo feito em 10 países - entre eles, o Brasil - e divulgado pela agência de comunicação Edelman mostrou que os veículos da grande imprensa apareciam como a fonte de informação mais confiável para 64% das pessoas. 

Antes da crise de saúde que atinge todos os continentes, havia uma tendência de baixa credibilidade do jornalismo e das fontes de conhecimento, como a ciência.

 

JORNAIS SE UNEM EM CAMPANHA

Dezenas de jornais brasileiros unificaram suas capas nesta segunda, 23, como parte de uma campanha da Associação Nacional de Jornais (ANJ) para destacar a importância da informação de qualidade no enfrentamento da pandemia do novo coronavírus. Veículos impressos de todo o País trazem em sua primeira página a seguinte mensagem: “Juntos vamos derrotar o vírus: Unidos pela informação e pela responsabilidade”.

Tudo o que sabemos sobre:
Datafolhajornalismocoronavírus

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.