Dida Sampaio / Estadão
Dida Sampaio / Estadão

Bolsonaro diz que sofreu perda parcial de memória após tombo no Alvorada

Presidente afirma que não sabia o que havia feito na segunda-feira após cair no banheiro da residência oficial, mas garante que já está bem

Paulo Roberto Netto, O Estado de S.Paulo

24 de dezembro de 2019 | 19h10

O presidente Jair Bolsonaro afirmou ter sofrido perda parcial de memória após escorregar e bater a cabeça no chão do banheiro do Palácio da Alvorada, no fim da noite dessa segunda-feira, 23. O acidente doméstico levou o presidente a passar a noite em observação no Hospital das Forças Armadas, em Brasília. A declaração foi dada em entrevista ao programa Brasil Urgente.

Segundo a Secretaria de Comunicação da Presidência da República (Secom), Bolsonaro foi  submetido ao exame de tomografia computadorizada do crânio, que não detectou alterações. Ele teve alta nesta manhã.

"Eu perdi a memória parcial. Hoje de manhã eu comecei a recuperar muita coisa e agora estou bem. Eu, por exemplo, não sabia o que tinha feito no dia de ontem, eu escorreguei para a frente e cai de costas. Foi uma pancada bastante forte e vou tomar mais cuidado na próxima vez", afirmou. "A gente vai ficando velho e volta a ser criança, dei uma escorregada e foi meio feio o negócio. Perdi a memória, mas graças a Deus, tudo em paz".

A orientação da equipe médica que o reavaliou foi manter repouso no Palácio da Alvorada.

Na entrevista, Bolsonaro também comentou que já está 'praticamente recuperado' da facada, mas que ainda mantém algumas sequelas. O presidente diz que agora não faz mais esportes terrestres, somente natação. "A gente se adapta a essa nova realidade. A facada juntamente com a idade é bastante perigosa", afirma.

Após receber alta nesta manhã, Bolsonaro publicou uma passagem bíblica sobre o assunto no Twitter, mas sem citar o episódio diretamente. A mensagem foi divulgada horas depois de o presidente receber alta hospitalar e voltar para a residência oficial da presidência. “Porque se um cair, o outro levanta o seu companheiro; mas ai do que estiver só; pois, caindo, não haverá outro que o levante. Eclesiastes 4:10”, escreveu o presidente.

Notícias relacionadas
    Tudo o que sabemos sobre:
    Jair Bolsonaro

    Encontrou algum erro? Entre em contato

    O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.