Dida Sampaio / Estadão
Dida Sampaio / Estadão

Bolsonaro afirma que seu segundo teste para coronavírus deu negativo

O primeiro, cujo resultado saiu na sexta-feira, também mostrou que ele não contraiu a infecção

Redação, O Estado de S.Paulo

17 de março de 2020 | 22h01
Atualizado 17 de março de 2020 | 23h14

O presidente Jair Bolsonaro afirmou nesta terça-feira, 17, pelo Twitter que o segundo teste de coronavírus ao qual se submeteu deu negativo. O primeiro, cujo resultado saiu na sexta-feira, também mostrou que ele não contraiu a infecção. Até o momento, 15 pessoas que estavam na comitiva brasileira aos Estados Unidos foram diagnosticadas com a covid-19.

Os exames são necessários porque o presidente teve contato com ao menos 15 pessoas que foram diagnosticadas com a doença nos últimos dias. O primeiro deles foi o secretário de Comunicação da Presidência, Fabio Wajngarten, que fez parte da comitiva presidencial que viajou aos Estados Unidos na semana passada e voltou no mesmo avião do presidente.

Mesmo com o resultado negativo do primeiro exame, a recomendação médica era para que Bolsonaro deveria cumprir uma quarentena até quarta-feira. O presidente, no entanto, ignorou a orientação e tem cumprido agendas diárias desde sexta-feira. No domingo, chegou a participar de manifestações de rua a favor do governo e contra o Congresso. Na ocasião, segundo levantamento do Estado, teve algum tipo de contato com 272 pessoas.

Tudo o que sabemos sobre:
coronavírusJair Bolsonaro

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.