Alisson Contijo/Estadão
Alisson Contijo/Estadão

As rotas de Battisti: veja por onde andou o italiano em 40 anos de fuga

O mapa com as rotas do italiano preso neste sábado na Bolívia e que cumprirá prisão em seu país

Matheus Lara, William Mariotto e Paulo Beraldo, O Estado de S.Paulo

14 de janeiro de 2019 | 16h43

Preso após ficar um mês foragido da justiça brasileira e quase 40 anos da italiana, Cesare Battisti coleciona fugas e prisões. Ele tem problemas com a justiça italiana desde a década de 1970, quando ingressou no grupo guerrilheiro Proletários Armados pelo Comunismo (PAC), fundado em oposição às Brigadas Vermelhas na Itália. Foi preso e condenado em seu País, fugiu para o México, França e, no Brasil, conseguiu asilo político.

Battisti deixou seu país depois de ser condenado por quatro assassinatos cometidos entre 1977 e 1979Ele foi preso no sábado na Bolívia e desembarcou em Roma nesta segunda, 14.

Relembre as rotas de Cesare Battisti:

Tudo o que sabemos sobre:
Cesare Battistiasilo político

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.