Igor Estrela/Estadão
Igor Estrela/Estadão

Bolsonaro lidera pesquisa eleitoral; votos brancos e nulos somam 34%

Pesquisa Datafolha aponta Lula com 30% das intenções de voto para as eleições 2018. Nos cenários sem o ex-presidente, Bolsonaro mantém a liderança

O Estado de S.Paulo

10 Junho 2018 | 01h03

Pesquisa Datafolha divulgada neste domingo, 10, aponta o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva com 30% das intenções de voto. Nos cenários em que Lula está ausente, o deputado Jair Bolsonaro (PSL-RJ) mantém a liderança da corrida presidencial com 19% das preferências. A ex-senadora Marina Silva (Rede) aparece com até 15% das intenções de voto.

O ex-ministro Ciro Gomes (PDT), que oscila entre 10 e 11%, e o ex-governador Geraldo Alckmin (PSDB), que tem 7%, estão tecnicamente empatados. Eleitores sem candidato somam 34% no cenário sem Lula. Para a pesquisa presidencial sobre as eleições 2018, o instituto entrevistou 2.824 eleitores de 174 municípios na quarta, dia 6, e quinta, dia 7. A margem de erro é de dois pontos porcentuais. 

No cenário com Lula, 21% dos eleitores dizem ainda não ter candidato. Bolsonaro aparece com 17% das intenções de voto e Marina tem 10%. Alckmin e Ciro surgem empatados com 6%. Álvaro Dias (Podemos) tem 4% das intenções de voto. 

Na pesquisa eleitoral, com o ex-prefeito de São Paulo Fernando Haddad ou o ex- governador da Bahia Jaques Wagner no lugar de Lula, Bolsonaro lidera com 19%; Marina tem 15%; Ciro vai a 10%; Alckmin fica nos 7%; e Dias mantém os 4%. Haddad e Wagner ficam no 1% .

Simulação de segundo turno das eleições 2018

Na simulação de segundo turno da pesquisa Datafolha, Lula venceria Alckmin (49% x 27%), Marina (46% x 31%) e Bolsonaro (49% x 32%). Sem Lula, Ciro tem empate técnico com Alckmin (32% x 31%); Alckmin e Bolsonaro também empatariam (33% x 33%). Já Marina venceria Bolsonaro (42% x 32%), Alckmin (42% x 27%) e Ciro (41% x 29%). 

+ Eleições 2018: conheça os pré-candidatos à Presidência da República

+ O que significam direita, esquerda e centro na política?

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.