Igor Estrela e Felipe Rau/Estadão
Igor Estrela e Felipe Rau/Estadão

Pesquisa Ibope aponta Bolsonaro e Alckmin empatados em São Paulo

Em cenário sem Lula, presidenciáveis do PSL e PSDB aparecem em 1º na corrida presidencial 2018 no Estado; Marina e Joaquim Barbosa dividem a 2ª colocação na pesquisa para presidente

Daniel Bramatti, O Estado de S.Paulo

24 Abril 2018 | 22h21

SÃO PAULO - Pesquisa Ibope/Band feita apenas com eleitores do Estado de São Paulo mostra que, nos cenários sem o petista Luiz Inácio Lula da Silva e com o presidente Michel Temer, a corrida presidencial em 2018 fica embolada entre os pré-candidatos Jair Bolsonaro (PSL), Geraldo Alckmin (PSDB) e, mais abaixo, Marina Silva (Rede) e Joaquim Barbosa (PSB).

++ Eleições 2018: conheça os pré-candidatos à Presidência da República

No primeiro cenário sem Lula, no qual o presidente Michel Temer aparece como candidato do MDB, Bolsonaro e Alckmin dividem a liderança entre os paulistas, com 16% e 15% das intenções de voto, respectivamente. Marina aparece a seguir, com 11%. Como a margem de erro é de três pontos porcentuais, a candidata da Rede pode ter até 14%, no máximo, e Bolsonaro, 13%, no mínimo. É preciso considerar, portanto, um triplo empate técnico na liderança, embora seja estatisticamente muito improvável que Marina esteja de fato na frente.

+ Eleições 2018: veja quais são os prováveis candidatos a governador de SP

O ex-ministro do Supremo Tribunal Federal, Joaquim Barbosa, que ainda não confirmou se será mesmo candidato, aparece com 9% das preferências, empatado tecnicamente com Marina e com Alckmin. Como possível candidato do PT no lugar de Lula, o ex-prefeito de São Paulo Fernando Haddad aparece apenas no terceiro escalão da pesquisa Ibope, com 3%, junto a Ciro Gomes, do PDT, com 4%, e Temer, do MDB, com 2%.

++ Título de eleitor: documento deve estar em dia até 9 de maio

Nada menos que 26% dos paulistas anunciam a intenção de votar nulo ou em branco com essa combinação de candidatos na urna. A pesquisa Ibope para presidente analisou ainda um cenário sem Lula e sem Temer, e com Haddad e Henrique Meirelles como candidatos pelo PT e pelo MDB, respectivamente. Nesse caso, Alckmin e Bolsonaro empatam numericamente, com 15%. Marina, com 12%, e Joaquim Barbosa, com 10%, são listados a seguir. A taxa de brancos ou nulos atinge 25% – equivalente a um em cada quatro eleitores.

+ Doria e Skaf lideram disputa para governo de São Paulo, diz pesquisa Ibope

+ Temer tenta ponte com o PSDB; Skaf reage em São Paulo

Nos dois cenários em que Lula é incluído no cartão com o nome de candidatos, o ex-presidente é quem aparece como líder, com 20% a 22% das intenções de voto. Em um desses cenários, Alckmin e Bolsonaro a seguir empatados, com 14%, seguidos de Marina e Barbosa, ambos com 9%. No outro cenário com o ex-presidente, os pré-candidatos do PSL e do PSDB ficam com 14% e 12%, respectivamente.

++ Saiba quem pode ser candidato a governador do Rio nas eleições 2018

Metodologia

A pesquisa Ibope para a corrida presidencial entrevistou ao todo 1.008 eleitores do Estado de São Paulo entre os dias 20 e 23 de abril. A margem de erro máxima do levantamento divulgado na sexta é de três pontos porcentuais, para mais ou para menos. O contratante foi a TV Bandeirantes.

A pesquisa foi registrada no Tribunal Regional Eleitoral (TRE) sob o protocolo SP-02654/2018 e no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sob o protocolo BR-00314/2018.O levantamento também consultou os eleitores paulistas sobre a disputa para o governo do Estado. São Paulo é o maior colégio eleitoral do País, com 33 milhões de eleitores, segundo os últimos dados do Tribunal Superior Eleitoral. Isso equivale a 22,6% do total de eleitores registrados no Brasil.

Confira os números da pesquisa Ibope para presidente 

Com Lula e Meirelles: 

Luiz Inácio Lula da Silva (PT): 20%

Jair Bolsonaro (PSL): 14%

Geraldo Alckmin (PSDB): 14%

Joaquim Barbosa (PSB): 9%

Marina Silva (Rede): 9%

Ciro Gomes (PDT): 4%

Álvaro Dias (Podemos): 2%

João Amoêdo (Novo): 1%

Flávio Rocha (PRB): 1%

Rodrigo Maia (DEM): 1%

Manuela D´Ávila: 1%

Fernando Collor de Mello (PTC): 1%

Levy Fidélix (PRTB): 1%

Aldo Rebelo (Solidariedade): 0%

Guilherme Boulos (Psol): 0%

Henrique Meirelles (MDB): 0%

Paulo Rabello de Castro (PSC): 0%

Brancos e nulos: 18%

Não sabem: 4%

Com Lula e Temer: 

Luiz Inácio Lula da Silva (PT): 22%

Jair Bolsonaro (PSL): 14%

Geraldo Alckmin (PSDB): 12%

Marina Silva (Rede): 9%

Joaquim Barbosa (PSB): 8%

Ciro Gomes (PDT): 3%

Álvaro Dias (Podemos): 2%

João Amoêdo (Novo): 1%

Guilherme Boulos (Psol): 1%

Flávio Rocha (PRB): 1%

Rodrigo Maia (DEM): 1%

Manuela D´Ávila (PCdoB): 1%

Michel Temer (MDB): 1%

Aldo Rebelo (Solidariedade): 0%

Fernando Collor de Mello (PTC): 0%

Levy Fidélix (PRTB): 0%

Brancos e nulos: 19%

Não sabem: 5%

Com Haddad e Temer: 

Jair Bolsonaro (PSL): 16%

Geraldo Alckmin (PSDB): 15%

Marina Silva (Rede): 11%

Joaquim Barbosa (PSB): 9%

Ciro Gomes (PDT): 4%

Fernando Haddad (PT): 3%

Álvaro Dias (Podemos): 2%

Michel Temer (MDB): 2%

Aldo Rebelo (Solidariedade): 1%

Manuela D´Ávila (PCdoB): 1%

Rodrigo Maia (DEM): 1%

Levy Fidélix (PRTB): 1%

João Amoêdo (Novo): 0%

Guilherme Boulos (Psol): 0%

Flávio Rocha (PRB): 0%

Fernando Collor de Mello (PTC): 0%

Paulo Rabello de Castro (PSC): 0%

Brancos e nulos: 26%

Não sabem: 7%

Com Haddad e Meirelles: 

Jair Bolsonaro (PSL): 15%

Geraldo Alckmin (PSDB): 15%

Marina Silva (Rede): 12%

Joaquim Barbosa (PSB): 10%

Ciro Gomes (PDT): 6%

Fernando Haddad (PT): 3%

Álvaro Dias (Podemos): 2%

Henrique Meirelles (MDB): 1%

Aldo Rebelo (Solidariedade): 1%

Flávio Rocha (PRB): 1%

João Amoêdo (Novo): 1%

Levy Fidélix (PRTB): 1%

Manuela D´Ávila (PCdoB): 1%

Rodrigo Maia (DEM): 1%

Guilherme Boulos (Psol): 0%

Fernando Collor de Mello (PTC): 0%

Paulo Rabello de Castro (PSC): 0%

Brancos e nulos: 25%

Não sabem: 5%

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.