Daniel Teixeira|Estadão
Daniel Teixeira|Estadão

Bolsonaro declara à Justiça eleitoral patrimônio de R$ 2,287 milhões

Desse total, R$ 1,383 milhão é referente ao valor de cinco casas que o deputado fluminense colocou em sua declaração de bens; restante do valor é composto por veículos e aplicações financeiras

Daniel Weterman, O Estado de S.Paulo

14 Agosto 2018 | 16h46

Ao registrar sua candidatura à Presidência no Tribunal Superior Eleitoral (TSE), o deputado federal  Jair Bolsonaro (PSL) declarou um patrimônio de R$ 2,287 milhões. Desse total, R$ 1,383 milhão é referente ao valor de cinco casas que o deputado fluminense colocou em sua declaração de bens. O restante do valor é composto por veículos e aplicações financeiras.

 O candidato do partido Novo à Presidência da RepúblicaJoão Amôedo, declarou à Justiça Eleitoral possuir R$ 425 milhões em bens. Ele é, até o momento, o postulante ao Planalto mais rico dos seis que já tiveram pedido de registro de candidatura formalizados no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) nas eleições 2018

No total, 13 chapas que concorrem à sucessão do presidente Michel Temer devem solicitar o registro até amanhã. Os outros cinco candidatos que já informaram seu patrimônio ao TSE, somados, possuem R$ 3,1 milhões. Geraldo Alckmin, do PSDB, afirmou possuir um patrimônio de R$ 1,379 milhãoCiro Gomes, do PDT, informou ter R$ 1,6 milhão em bens. A candidata do PSTU, Vera Lúcia, listou a posse de um terreno estimado em R$ 20 mil.

Guilherme Boulos, do PSOL, informou possuir um veículo avaliado em R$15.416. O candidato do Patriota, deputado Cabo Daciolo, não declarou bens.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.