Dida Sampaio/Estadão
Dida Sampaio/Estadão

Alckmin diz que não cogita Meirelles como vice

Pré-candidato à Presidência da República pelo PSDB reforçou que está buscando fazer aliança com quem não tem pré-candidato

Camila Turtelli, O Estado de S.Paulo

03 Julho 2018 | 20h57

O pré-candidato à Presidência da República pelo PSDB nas eleições 2018, Geraldo Alckmin, descartou a possibilidade de uma aliança com o MDB para que o ex-ministro da Fazenda Henrique Meirelles dispute a eleição como candidato a vice na chapa do tucano.

Na segunda-feira, 2, o coordenador político da campanha de Alckmin, o ex-governador de Goiás Marconi Perillo, sugeriu a parceria em um evento com analistas do mercado financeiro.

Alckmin reforçou que está buscando fazer aliança com quem não tem pré-candidato. Questionado se isso seria um impedimento para se aliar ao DEM, ele lembrou que é o partido de Rodrigo Maia que está organizando um encontro entre ele o "centrão" nesta quarta-feira, 4, em Brasília.

++ MDB deixa Meirelles e candidatos a governador sem recursos do fundo eleitoral

Questionado sobre o senador Alvaro Dias (Podemos-PR) para a posição, o tucano disse se tratar de um grande nome, mas que ele também é pré-candidato e que seria "indelicado" cogitar isso neste momento.

Sobre os comentários feitos pelo ex-presidente da República Fernando Henrique Cardoso de que Alckmin tem qualidades mas precisa mostrar isso ao público, eles disse que terá a oportunidade de ficar mais conhecido quando começar a campanha eleitoral na televisão. 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.