Leia a decisão que prendeu cinco pelo mar de lama em Brumadinho

Leia a decisão que prendeu cinco pelo mar de lama em Brumadinho

A juíza Perla Saliba Brito, da Comarca de Brumadinho, determinou a prisão temporária e apreensão de celulares de engenheiros e funcionários envolvidos no licenciamento da barragem em Minas Gerais

Igor Moraes, Luiz Vassalo e Fausto Macedo

29 de janeiro de 2019 | 14h50

Engenheiros presos deixam a sede do DHPP, em São Paulo, e seguem para Minas Gerais Foto: Werther Santana/Estadão

Os engenheiros André Yassuda e Makoto Namba, da empresa Tüv Süd, e os funcionários da Vale – César Augusto Paulino Grandchamp, Ricardo de Oliveira e Rodrigo Arthur Gomes de Melo – presos em São Paulo e Minas Gerais nesta terça-feira, 29, são investigados pelos crimes de homicídio qualificado, crime ambiental e falsidade ideológica. A informação consta na decisão da juíza plantonista Perla Saliba Brito, da Comarca de Brumadinho.

Documento

Leia abaixo a íntegra da decisão:

 

AO VIVO

Veja em tempo real as últimas notícias sobre a tragédia de Brumadinho

Tudo o que sabemos sobre:

Brumadinho [MG]Vale [empresa mineração]

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: