Juiz remarca interrogatório de Lula, que vai ao Papa

Juiz remarca interrogatório de Lula, que vai ao Papa

Ricardo Augusto Soares Leite, da 10ª Vara Federal Criminal de Brasília, acatou pedido da defesa para que o petista possa ir ao Vaticano

Pedro Prata

06 de fevereiro de 2020 | 19h05

O juiz federal Ricardo Augusto Soares Leite, da 10.ª Vara Federal Criminal de Brasília, remarcou para 19 de fevereiro, às 14h30, o interrogatório do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva no processo da Operação Zelotes. A defesa de Lula pediu o adiamento para que o petista possa se encontrar com o Papa Francisco no Vaticano no próximo dia 13.

“O adiamento do interrogatório de Luiz Inácio Lula da Silva não tumultuará o andamento do feito, pois é possível atender ao pedido realizado sem alterar a programação inicial deste juízo”, decidiu Soares.

Documento

O interrogatório estava inicialmente marcado para o dia 11. Lula, porém, informou que a viagem deverá se estender de 12 a 15, e pediu adiamento do interrogatório.

Foto: EFE/Maurizio Brambatti

Lula responde na Operação Zelotes por corrupção passiva por, supostamente, ter participado da ‘venda’ da Medida Provisória (MP) 471, de 2009, que prorrogou os incentivos fiscais para montadoras instaladas nas regiões Norte, Nordeste e Centro-Oeste.

Foto: Nelson Antoine/AP Photo

Os interrogatórios dos demais réus seguirão a ordem pré-estabelecida, constante da ata de audiência.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: