Gilmar manda soltar mais dois da Lava Jato

Gilmar manda soltar mais dois da Lava Jato

Ex-secretário de Administração Penitenciária do Rio César Rubens de Carvalho e o doleiro Sérgio Roberto Pinto da Silva são denunciados por desvios na pasta

Rafael Moraes Moura e Luiz Vassallo

28 Maio 2018 | 20h44

FOTO: ANDRE DUSEK/ESTADAO

O ministro Gilmar Mendes mandou soltar o ex-secretário de Administração Penitenciária do Rio César Rubens de Carvalho e o doleiro Sérgio Roberto Pinto da Silva, alvos da Operação Pão Nosso, desdobramento da Operação Lava Jato no Rio.

+ PGR recorre contra habeas de Gilmar a operador do MDB no Senado

Eles são denunciados na por desvios em contratos da Secretaria de Estado de Administração Penitenciária (SEAP).

+ Procuradoria denuncia ‘Tomataço’ por recompensa a quem acertar a cabeça de Gilmar

O ministro os proibiu de entrar em contato com outros investigados e determinou que entreguem seus passaportes.

+ Prisão temporária cresce 32% após veto a condução

“Entendo que os fundamentos usados pelo magistrado de origem, ao decretar a prisão
preventiva em desfavor do ora requerente (Processo 0502450- 54.2018.4.02.5101), também se revelam inidôneos para manter a segregação cautelar ora em apreço, visto que a referida prisão preventiva
da mesma forma não atendeu aos requisitos do art. 312 do CPP, especialmente no que diz respeito à indicação de elementos concretos, os quais, no momento da decretação, fossem imediatamente incidentes a ponto de ensejar o decreto cautelar”, anotou.