Deputados bolsonaristas lançam vaquinha online para pagar multa aplicada por Doria por motociata sem máscara e compra de cestas básicas

Deputados bolsonaristas lançam vaquinha online para pagar multa aplicada por Doria por motociata sem máscara e compra de cestas básicas

Carla Zambelli, Eduardo Bolsonaro e Hélio Lopes decidiram usar as autuações como mote para arrecadar dinheiro destinado à quitação das multas e à compra de 'mantimentos ou cestas básicas para alguma instituição ou entidade sem fins lucrativos'

Redação

20 de junho de 2021 | 21h24

Atualizado às 7h24*

O presidente Jair Bolsonaro durante motociata em São Paulo. Foto: Werther Santana/Estadão

Multados pelo governo de São Paulo por andarem sem máscara de proteção facial na motociata de apoio ao presidente Jair Bolsonaro (sem partido), os deputados federais Carla Zambelli (PSL-SP), Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) e Hélio Lopes (PSL-RJ) decidiram usar as autuações como mote para lançar uma vaquinha online, batizada de ‘Multa solidária’, para arrecadar dinheiro destinado à quitação das autuações e à compra de ‘mantimentos ou cestas básicas para alguma instituição ou entidade sem fins lucrativos’.

Até a noite deste domingo, 20, as doações já somaram mais de R$ 46 mil. Os deputados dizem que, dentro do valor total, eles doaram montantes superiores ao das multas aplicadas em razão da motociata de apoio a Bolsonaro. “A vakinha destina-se a pagar algumas multas pelo não uso de máscara facial e o excedente será doado em forma de mantimentos ou cestas básicas para alguma instituição ou entidade sem fins lucrativos”, diz a descrição do site.

No vídeo de promoção da iniciativa, os bolsonaristas atacam o governador João Doria (PSDB), uma das principais lideranças de oposição ao Planalto na gestão da pandemia, pelo que chamam de ‘perseguição’. “Nós vamos fazer dessa maldade um ato de bondade”, afirma Eduardo.

Eles também criticam Doria por ter viajado a Miami durante a pandemia, por ter tomado banho de sol sem máscara na piscina de um hotel no Rio e pela participação do evento no diretório do PSDB para comemorar a vitória do ex-prefeito paulista Bruno Covas (PSDB) nas eleições municipais do ano passado. O governador já se manifestou sobre os episódios: pediu desculpas pela viagem e embarcou de volta ao Brasil horas após aterrisar nos Estados Unidos e, no caso do banho de sol, disse que estava em ‘momento de descanso com a esposa’ e não promoveu nenhum tipo de aglomeração.

Além dos deputados, o governo de São Paulo também multou o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) e o ministro de Infraestrutura, Tarcísio Freitas, pela participação sem máscara no evento ocorrido no último sábado, 12. O valor de cada autuação é de R$ 552,71.

Assista ao vídeos dos deputados bolsonaristas:

 

 

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.