Vídeo de homens vandalizando orelhões é de greve da Previdência de 2017
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Vídeo de homens vandalizando orelhões é de greve da Previdência de 2017

Depredação de telefones públicos ocorreu durante o governo de Michel Temer

Alessandra Monnerat

25 de junho de 2019 | 15h49

Vídeo de depredação de orelhões é antigo. Foto: Reprodução/Facebook

Um vídeo que mostra manifestantes depredando telefones públicos está sendo compartilhado no Facebook como se fosse da greve contra a reforma da Previdência da última sexta-feira, 14. No entanto, a gravação é de 2017, de outra paralisação, contra a proposta de reforma feita durante o governo de Michel Temer.

Na época, o Jornal da Band veiculou o vídeo em uma reportagem sobre atos de vandalismo em São Paulo. Por meio da ferramenta de verificação InVid, é possível encontrar o contexto original da gravação.

Outras imagens antigas também tem sido falsamente associadas à greve da última sexta-feira. O Estadão Verifica mostrou que a gravação de um carro sendo atacado também foi feita durante o governo Temer.

Este conteúdo foi selecionado para checagem por meio da parceria entre Estadão Verifica e Facebook. Os sites Agência Lupa e Aos Fatos também publicaram verificações sobre esse assunto.

Tendências: