Imagem viral mistura frases ditas por Ciro Gomes com outras sem registro ou fora de contexto
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Imagem viral mistura frases ditas por Ciro Gomes com outras sem registro ou fora de contexto

Projeto Comprova verificou meme que circula nas redes sociais; envie sugestões de checagem para (11) 97795-0022

Estadão Verifica

14 Setembro 2018 | 15h38

checagem abaixo foi publicada pelo Projeto Comprova. A verificação foi realizada por uma equipe de jornalistas da Gazeta do Povo e O Povo. Outras redações concordaram com a checagem, no processo conhecido como “crosscheck”: Gaúcha ZH, UOL e Poder 360.

Projeto Comprova é uma coalizão de 24 veículos de mídia com o objetivo de combater a desinformação durante o período eleitoral. Você pode sugerir checagens por meio do número de WhatsApp (11) 97795-0022.

Um meme com frases atribuídas ao candidato Ciro Gomes (PDT), e que está circulando nas redes sociais, é enganoso. O Comprova procurou por todas as seis declarações atribuídas ao presidenciável e verificou que a maioria delas foi modificada ou está fora de contexto. Uma delas é um rumor, sobre o qual não há registro em áudio ou vídeo.

O meme traz as seguintes afirmações: “Holiday, por ser negro, é um capitãozinho do mato”; “Papel da minha mulher é dormir comigo”; “Doria é um via*** com areia no c* (sic)”; “Vou receber a turma do Sérgio Moro na bala”; “A Venezuela é um exemplo de democracia”; e “Vou acabar com a ilusão moralista católica”. A peça ainda afirma que todas as frases são de Ciro Gomes.

A declaração de Ciro sobre Fernando Holiday, vereador de São Paulo pelo DEM e integrante do MBL, está fora de contexto. “Imagina, esse Fernando Holiday aqui. O capitãozinho do mato, porque é a pior coisa que tem é um negro que é usado pelo preconceito para estigmatizar, que era o capitão do mato do passado”, declarou no dia 18 de junho deste ano em uma entrevista à rádio Jovem Pan. Após a declaração, Holiday anunciou que processaria Ciro Gomes e o Ministério Público pediu investigação do caso por injúria racial.

Em relação a declaração sobre o papel de sua mulher, a frase é verdadeira. Em 20 de agosto de 2002, Ciro Gomes, então candidato à presidência, foi questionado sobre qual o papel de sua esposa na campanha – na época, ele era casado com a atriz Patrícia Pillar. “A minha companheira tem um dos papéis mais importantes, que é dormir comigo. Dormir comigo é um papel fundamental”, afirmou. Em março de 2018, ele foi novamente questionado sobre a frase em entrevista ao Metrópoles. Ciro alega que foi uma grande brincadeira e que a afirmação foi retirada de contexto, mas pondera que foi uma bobagem dita por ele pela qual já se desculpou.

A frase menos documentada é a suposta declaração sobre o ex-prefeito de São Paulo e candidato ao governo daquele estado, João Doria (PSDB). Em 27 de abril de 2017, Ciro Gomes esteve em um evento da USP e teria respondido a uma pergunta provocativa de estudantes da faculdade de Direito dizendo que Doria seria “um via** com areia no c*”. O fato foi relatado na coluna de Mônica Bergamo, na Folha de S.Paulo. A coluna esteve no mesmo evento e ouviu Gomes proferir um dos palavrões, porém, não ouviu a frase completa atribuída a ele. Não há gravações em áudio ou vídeo da declaração, que é negada por Ciro. Em participação no programa Pânico, da Jovem Pan, em 9 de agosto de 2017, ele nega que tenha falado com os estudantes.

Ciro Gomes realmente falou a polêmica frase sobre o juiz Sérgio Moro. Em entrevista ao jornalista Luis Nassif, o pedetista criticava a operação Lava Jato e rememorava o caso do blogueiro Eduardo Guimarães, do Blog da Cidadania, que foi alvo de mandados de busca e apreensão e condução coercitiva. “Hoje esse Moro resolveu prender um blogueiro. Ele que mande me prender, eu recebo a turma dele na bala… se eu não tiver cometido nada errado”, declarou.

A frase sobre a Venezuela está fora de contexto. Em entrevista à rádio Jovem Pan, Ciro Gomes foi questionado sobre a relação do Brasil com os países bolivarianos e se ele achava que a Venezuela é uma democracia. “A Venezuela é uma democracia tão democrática quanto a brasileira e a americana”, respondeu. Na sequência, ele ponderou que não defende o regime de Nicolás Maduro.

A última declaração atribuída a Ciro Gomes também é verdadeira. Em 14 de maio de 2017, ele participou de um debate em Oxford, e, depois de falar sobre o escândalo de corrupção da Petrobras e em grandes empresas, como a Volkswagen, foi questionado se queria a estatização de empresas. “Não, eu não quero estatização nenhuma. Eu quero controle social e o fim da ilusão moralista católica, o fim da ilusão. A humanidade precisa de controle. Não adianta alguém imaginar que um anjo vingador vai descer do céu, estalar o chicote e resolver o problema nacional brasileiro”

O meme foi publicado no Facebook pela página Marx da Depressão em 4 de setembro e já teve 2,6 mil reações e 27 mil compartilhamentos. O mesmo meme está sendo replicado no Twitter.