Foto fora de contexto de ‘falso padre’ alimenta boato infundado sobre visitas a Lula
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Foto fora de contexto de ‘falso padre’ alimenta boato infundado sobre visitas a Lula

Na verdade, foto que viralizou no Facebook foi retirada de reportagem de 2007 sobre homem preso com cocaína

Alessandra Monnerat

30 de abril de 2019 | 11h08

O ex-presidente Lula no dia de sua prisão, em 7 de abril de 2018; petista é condenado por corrupção passiva e lavagem de dinheiro no caso do triplex do Guarujá Foto: Miguel SCHINCARIOL / AFP

A imagem de um homem vestido como um religioso e algemado tem sido compartilhada no Facebook com a legenda “o falso padre que visitava Lula, depois ia pra Venezuela e Cuba”. No entanto, a foto foi tirada de uma reportagem de 2007, sobre a prisão de Rubens Miguel da Silva. O falso padre foi detido enquanto tentava embarcar para a África do Sul no Aeroporto de Guarulhos com dois quilos de cocaína escondidos em uma cinta modeladora feminina, segundo o portal G1.

Para encontrar a publicação original da fotografia, basta utilizar uma ferramenta de busca reversa de imagem (veja como usar aqui). A desinformação também foi verificada em abril do ano passado pelo site Boatos.Org, uma semana após a prisão do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

A checagem informa que o boato vinha circulando com uma mensagem que dizia que o falso padre teria tentado visitar o petista se apresentando como “auxiliar do bispo de Primaz do Brasil” e levando um envelope lacrado com o “Selo Papal”. Além da suposta visita não ter sido registrada em nenhuma reportagem da imprensa, a mensagem do boato citava como fonte um jornal do Paraná que não publicou nenhuma matéria do tipo.

Segundo o site do ex-presidente Lula, o petista é visitado sempre às segundas-feiras por um líder espiritual: “ele já recebeu padres, pastores, freis, rabinos, pais de santo e monges”.

Este conteúdo foi selecionado para checagem por meio da parceria de fact checking com o Facebook (leia mais aqui).

Tudo o que sabemos sobre:

lulafake news

Tendências: