É falsa a inscrição preconceituosa sobre nordestinos em camisa de filho de Bolsonaro
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

É falsa a inscrição preconceituosa sobre nordestinos em camisa de filho de Bolsonaro

Imagem original mostra o senador eleito com uma camisa sem qualquer tipo de inscrição

Estadão Verifica

10 Outubro 2018 | 18h37

checagem abaixo foi publicada pelo Projeto Comprova. A verificação foi realizada por uma equipe de jornalistas da Folha de S. Paulo e da Revista Piauí. Outras redações concordaram com a checagem, no processo conhecido como “crosscheck”.

Projeto Comprova é uma coalizão de 24 veículos de mídia com o objetivo de combater a desinformação durante o período eleitoral. Você pode sugerir checagens por meio do número de WhatsApp (11) 97795-0022.

É montagem a foto em que Flávio Bolsonaro, filho do candidato do PSL à Presidência, Jair Bolsonaro, aparece usando uma camisa com a inscrição “Movimento nordestinos voltem para casa. O Rio não é lugar para jegue”. Na foto, seu pai aparece ao fundo.

A foto original, de autoria do site G1, foi tirada no dia 2 de outubro de 2016, primeiro turno das eleições municipais. Flávio chegava para votar no seu colégio eleitoral, na Escola Municipal Barão Homem de Mello, no Rio de Janeiro (RJ). Naquele ano, ele concorreu à prefeitura da cidade.

Nenhum outro elemento além do falso escrito na camisa de Flávio foi alterado. Na imagem original, Flávio também estava acompanhado do pai.

Em sua conta no Twitter, Flávio publicou as duas versões da foto para mostrar a adulteração da imagem.

O Comprova recebeu a sugestão de checagem da veracidade da imagem pelo WhatsApp do projeto. Uma publicação no Facebook com a imagem adulterada somou mais de 73 mil compartilhamentos desde que foi publicada, no dia 5 de outubro.

A verificação também foi feita pelo Fato OU Fake, do Grupo Globo, pela Agência Lupa e pelo site E-Farsas.

Mais conteúdo sobre:

flavio bolsonaro