Por Centrão, Alckmin vai rifar Perillo

Por Centrão, Alckmin vai rifar Perillo

Naira Trindade

20 de julho de 2018 | 06h00

Ex-governador Marconi Perillo. Foto: Nilton Fukuda/Estadão

 

Para ter o apoio do Centrão, o presidenciável Geraldo Alckmin (PSDB) aceitou rifar o coordenador político de sua campanha, Marconi Perillo. Essa foi uma das condições impostas ontem pelo DEM para apoiar a candidatura tucana à Presidência da República. Perillo é adversário político do senador Ronaldo Caiado (DEM) em Goiás.

Líderes do Centrão (DEM, PP, PR, PRB e Solidariedade) se reuniram ontem com o ex-governador de São Paulo para estipular sobre as condições para a aliança. Após o encontro, os presentes ficaram de conversar com internamente com seus partidos e sacramentar a aliança em suas convenções.

A decisão de trazer Perillo para a coordenação de Alckmin já havia causado estresse na ala do DEM da qual Caiado faz parte. Na época, o senador chegou a defender que o partido deveria apoiar Alvaro Dias (Podemos).

Caiado é uma figura importante no DEM. Está filiado à sigla desde a década de 90, quando ainda se chamava PFL. Em 1989, concorreu à Presidência da República pelo PSD.

LEIA MAIS: PR convence Tiririca a disputar reeleição

Coluna do Estadão:
Twitter: @colunadoestadao
Facebook: facebook.com/colunadoestadao
Instagram: @colunadoestadão

Tendências: