Petrobrás interrompe negócio com três multinacionais alvos da Lava Jato

Petrobrás interrompe negócio com três multinacionais alvos da Lava Jato

Andreza Matais

20 Dezembro 2018 | 17h56

Foto: Agencia Petrobrás

A Petrobrás decidiu nesta quinta-feira, 20, interromper a comercialização de combustível com as empresas Vitol, Trafigura e Glencore. Elas foram alvo da 57ª fase da Lava Jato, batizada de Operação Sem Limites, no último dia 5.

A petroleira divulgou a seguinte nota: “A companhia suspendeu temporariamente a comercialização de combustíveis com as três, seja para compra ou venda, além de ter notificado as empresas, exigindo esclarecimentos com relação às medidas adotadas pela empresa para investigação das irregularidades, rescisão de contratos e responsabilização de pessoas físicas e jurídicas implicadas, cooperação com as autoridades e aperfeiçoamento de seu programa de integridade.”

O Ministério Público Federal no Paraná denunciou hoje 12 investigados por corrupção em pelo menos 20 operações de trading de óleos combustíveis e outros derivados entre a empresa Vitol e a Petrobrás. No último dia 14, a Trafigura também foi denunciada pela força-tarefa por corrupção e lavagem.

LEIA MAIS: Lava Jato acusa 12 por corrupção na Petrobrás e lavagem em favor da trading Vitol

(Andreza Matais)