Para Barra Torres, Anvisa não é burocrática

Para Barra Torres, Anvisa não é burocrática

Coluna do Estadão

12 de abril de 2021 | 05h00

Foto: Leopoldo Silva / Agência Senado

O presidente da Anvisa, Antônio Barra Torres, rechaça a pecha de burocrática conferida à agência por críticos, em especial governadores, devido ao escrutínio do órgão para conceder a autorização ao imunizante russo Sputnik V. “Essa Anvisa que é fruto de críticas é a mesma que já autorizou cinco vacinas”, disse à Coluna. “O Brasil é um dos países que mais aprovou imunizantes. Agora, por causa de uma única vacina, a Anvisa é burocrática? Qualquer cidadão que fizer esse raciocínio chegará à conclusão de que não é essa a verdade”, afirmou ele.

Já volto. O presidente da agência disse que a Sputnik V “pode ser uma ótima vacina” e lembrou que uma equipe da Anvisa parte para inspeção in loco na Rússia na terça-feira, 13. São cinco dias de “coleta de informações” e, de volta ao Brasil, mais cerca de 48 horas para analisar os dados.

Tic-tac. Hoje estoura o prazo de sete dias, nas contas de governadores, para a Anvisa conceder a autorização de importação da Sputnik V. Caso não haja decisão favorável, Estados como Pará e Piauí já se preparam para acionar o STF, assim como já fez o Maranhão.

Será? Na boca miúda, governadores temem que a Anvisa possa estar demorando a conceder a autorização de importação para dar tempo de o governo federal fechar acordo com os russos e acabar requisitando as vacinas – e o protagonismo.

LEIA TAMBÉM: Presidente da CPI das Fake News vê mesmo destino para CPI da Covid: suspensa na pandemia

Kajuru diz que avisou Bolsonaro da gravação 20 minutos antes de publicá-la

‘Limonada’. Ao tentar incluir Estados e municípios no escopo da CPI da Covid, assessores palacianos acreditam (ou torcem para) que os senadores acabem mais ocupados com disputas locais do que com o presidente. Ainda por cima, os adversários de Jair Bolsonaro entrariam no holofote.

CLICK. O deputado Coronel Tadeu (PSL-SP) foi um dos que compareceu à manifestação bolsonarista em São Paulo: “A família cristã está em luta na Avenida Paulista”.

Reprodução/Instagram

Convite… João Camargo, do grupo Alpha, diz que quem criticou o jantar de empresários com Jair Bolsonaro o fez “porque não foi convidado”. “Como não vai atender a um convite do presidente da República? Não precisa ser bolsonarista ou ter votado nele. Um empresário representativo, de relevância, tem de ir”.

…VIP. Camargo afirmou que no evento houve o devido distanciamento social, que a casa era muito grande e que não teve aglomeração. “Todo mundo que foi gostou. O cara pode até ter dito que não foi nota dez, mas saiu de lá feliz”, completou.

Cada um… O ex-ministro das Relações Exteriores Ernesto Araújo e o seu ex- chefe de gabinete, Pedro Wollny, têm novo endereço na Secretaria de Administração do Itamaraty. Aliás, Wollny deve comandá-la.

…na sua. Diplomatas dizem que o chanceler Carlos França vai ter de pisar leve para conduzir em paz o ministério pós-olavistas.

SINAIS PARTICULARES.
Carlos França, ministro das Relações Exteriores

Ilustração: Kleber Sales

PRONTO, FALEI! 

FOTO: AGÊNCIA CÂMARA

Paulo Delgado, ex-deputado federal: “Não é livro que é coisa de rico. A Receita Federal é que deveria ser coisa de rico, mas, no Brasil, tributa a classe média”, sobre a Receita dizer que só ricos leem.

COM REPORTAGEM DE MARIANNA HOLANDA (INTERINA) E MARIANA HAUBERT. COLABOROU VERA ROSA. O COLUNISTA ALBERTO BOMBIG ESTÁ EM FÉRIAS E RETORNA DIA 19 DE ABRIL.

Twitter: @colunadoestadao
Facebook: facebook.com/colunadoestadao
Instagram: @colunadoestadao

 

Tudo o que sabemos sobre:

Anvisavacinacoronavíruscovid-19Sputnik V

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.