Fala de Guedes sobre Eletrobras irrita ministros do TCU às vésperas de decisão sobre privatização

Coluna do Estadão

18 de abril de 2022 | 05h00

Pegou mal entre ministros do Tribunal de Contas da União a declaração de Paulo Guedes insinuando que há demora na análise do processo de privatização da Eletrobras em razão de um suposto pedido de Lula. “Candidato não pode ligar no TCU e travar venda da Eletrobras”, afirmou Guedes na semana passada.

Foto: Gabriela Biló/Estadão

Coluna do Estadão: PSB quer pilotar propostas de meio ambiente no plano de governo de Lula

A irritação virou assunto no grupo de WhatsApp dos ministros do TCU. “Isso é uma completa falta de respeito com o tribunal. Peço que a presidência avalie se não é o caso de emitir uma nota contra essa declaração que pretende pressionar a corte”, escreveu o ministro Bruno Dantas.

A fala de Guedes também foi mal recebida entre seus colegas no governo. Auxiliares de Bolsonaro querem que ele tome distância do assunto para não azedar de vez a análise do TCU sobre a Eletrobras.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.