Vereadoras do Novo trocam acusações de agressão física em banheiro da Câmara de SP

Vereadoras do Novo trocam acusações de agressão física em banheiro da Câmara de SP

Matheus Lara

11 de novembro de 2021 | 10h12

As vereadores Janaina Lima e Cris Monteiro, ambas do Novo, tiveram desentendimento com relatos de agressão física uma contra a outra dentro do banheiro da Câmara Municipal de São Paulo na noite desta quarta-feira, 10. A Coluna antecipou os relatos da briga. Na tarde desta quinta, a Comissão de Ética do partido suspendeu a filiação das duas.

Cris Monteiro diz ter sido agredida primeiro. Ela registrou boletim de ocorrência e realizou exame de corpo de delito na manhã desta quinta-feira. A vereadora divulgou fotos em que aparece com marcas roxas no pescoço, machucados no joelho e outras escoriações. Cris afirma que Janaina tentou enforcá-la durante a briga. “Fui agarrada, jogada no chão e segurada pelo pescoço. Tive minha peruca arrancada e pisoteada”, diz a vereadora, que tem alopécia.

Janaina diz ter reagido a agressões de Cris e que agiu em legítima defesa. Ela também registrou boletim de ocorrência contra a correligionária e nega a tentativa de enforcamento. A equipe da vereadora diz que a briga teve início ainda no plenário e que Cris teria empurrado Janaina por uma escada. Ela também divulgou fotos em que aparece com arranhões e roxos. “Fui forçada a entrar no toalete onde as agressões se intensificaram e debaixo dessas me defendi com vistas a cessá-las”, diz Janaina.

A gota d’água da briga, de acordo com Cris, teria sido o fato de Janaina, líder do partido na Casa, não ter assegurado à colega tempo de fala na discussão sobre a reforma da Previdência. Janaina alega ter sido confrontada no plenário por Cris.

Um vídeo feito por câmeras de segurança da Câmara que circula entre vereadores (veja abaixo) mostra Cris “cercando” Janaina e pressionando-a contra a parede ainda dentro do plenário da Casa na sessão de quarta-feira, e então as duas saindo pela porta lateral. De acordo com Cris, a briga aconteceu logo em seguida.

A transmissão oficial da Câmara Municipal mostra (à 1h46′ do vídeo) o momento em que as duas vereadoras discutem perto do púlpito, antes de saírem pela lateral. Cerca de três minutos depois (1h49′), Janaina já aparece no púlpito para fazer seu discurso. Em fotos produzidas pela assessoria de comunicação da Casa, não é possível ver arranhões no pescoço de Janaina durante a fala.

Com 2h07′ da transmissão oficial, Cris aparece de volta perto do púlpito, passando por trás de Janaina e seguida por uma profissional da Guarda Civil Metropolitana. Também não é possível ver os machucados de Cris na imagem.

Vereadora Cris Monteiro (na foto) acusou colega Janaina Lima de tentar estrangulá-la. Foto: Divulgação/Ascom Cris Monteiro

 

Janaina Lima (foto) diz ter reagido a agressões de Cris Monteiro e publicou fotos em que aparece arranhada e com hematomas. Foto: Divulgação/Ascom Janaina Lima

Transmissão da Câmara:

 

Nota da vereadora Cris Monteiro

“Sobre o episódio ocorrido nesta quarta-feira, 10 de novembro, a equipe do gabinete da vereadora Cris Monteiro (Novo)  informa que:

1) A vereadora Cris Monteiro (Novo) , de 60 anos, foi agredida pela vereadora Janaína Lima, do mesmo partido, no banheiro ao lado do plenário na Câmara Municipal de São Paulo, no início da noite de ontem. Durante uma discussão entre as parlamentares, ambas saíram do plenário e entraram no banheiro. Dentro do espaço, durante acalorada discussão, Cris foi empurrada contra a parede e agarrada pelo pescoço, até cair no chão.

2) Cris Monteiro registrou boletim de ocorrência e realizou exame de corpo de delito na manhã desta quinta-feira (11/11). Ela está com marcas roxas evidentes no pescoço, machucou o joelho na queda e teve escoriações. Cris, que tem alopecia, teve sua peruca arrancada e pisoteada por Janaina.

3) O motivo da discussão que culminou em agressão foi um desentendimento sobre o tempo de fala sobre a reforma da previdência municipal, projeto que estava em votação ontem em plenário.

4) A Procuradoria da Câmara abriu procedimento de investigação interna para apurar o episódio. Cris foi socorrida por uma GCM e uma assessora parlamentar. A porta do banheiro precisou ser arrombada. Janaína saiu do banheiro e, em seguida, fez um discurso de meia hora no púlpito do plenário, sem prestar atendimento a Cris Monteiro.

5)  Cris ficou extremamente abalada com o ocorrido e está se recuperando. Cris Monteiro é relatora da CPI que investiga a violência contra pessoas Trans na Câmara e é conhecida por seu caráter democrático e de diálogo franco e aberto”

 

Imagens de câmera de segurança da Câmara mostram Cris Monteiro e Janaina Lima tendo discussão no plenário. Instantes depois, as duas trocaram agressões dentro do banheiro da Casa. Foto: Reprodução

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.