DANIEL TEIXEIRA/ESTADÃO
DANIEL TEIXEIRA/ESTADÃO

Delegado confirma que ônibus de caravana de Lula foi alvejado por tiro

'Pelo menos uma das marcas é de arma de fogo', afirma delegado Fabiano Oliveira; ninguém ficou ferido

Ricardo Galhardo, enviado especial, O Estado de S.Paulo

27 Março 2018 | 22h52

LARANJEIRAS DO SUL (PR) - O delegado Fabiano Oliveira, de Laranjeiras do Sul (PR), confirmou ao Estado que um dos ônibus da caravana do ex-presidente Luiz Inácio da Silva foi alvejado ao menos por um tiro. “Pelo menos uma das marcas é de arma de fogo”, afirmou. “Se as outras (marcas) são, apenas a perícia irá dizer.” Oliveira é o responsável pelo caso na cidade paranaense.

+ Dois ônibus da caravana de Lula são atingidos por tiros no Paraná

+  Jungmann diz que tiros contra caravana de Lula são inaceitáveis

Segundo relatos de integrantes da caravana do petista, um dos veículos apresentava marcas de três tiros. Um disparo perfurou a lataria e outros dois atingiram os vidros. Ninguém ficou ferido.

Outro ônibus também foi alvo de um disparo. Um terceiro ônibus, o qual estava o ex-presidente Lula, não foi atingido. Após perícia, e com a confirmação de que os ônibus foram alvejados por tiros, será aberto um inquérito policial.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.