1. Usuário
Assine o Estadão
assine

Com 59% dos votos válidos, PMDB confirma aliança com PT

Rafael Moraes Moura, Daiene Cardoso e Ricardo Della Coletta - O Estado de S. Paulo

10 Junho 2014 | 16h 33

Decisão confirma o nome de Michel Temer como pré-candidato do partido à vice-presidência na chapa encabeçada por Dilma Rousseff

Brasília - Por maioria, o PMDB decidiu , na tarde desta terça-feira, 10, pela manutenção da aliança com o PT e confirmou o nome de Michel Temer como pré-candidato à vice-presidência na chapa pela reeleição da presidente Dilma Rousseff. Na convenção do partido, 398 votaram pela reedição da aliança contra 275 dissidentes.

Dos 673 votos, 59% foram pela manutenção da aliança. O resultado, anunciado na tarde desta terça pelo presidente do partido, senador Valdir Raupp (RO), é bem inferior ao estimado pela cúpula do partido, que esperava apoio de cerca de 70% dos votantes. 

André Dusek/Estadão
ADPM676 BSB - 10/06/2014 - CONVENÇÃO / PMDB - POLITICA - O PMDB realiza a convenção nacional do partido para definir o apoio ou não à candidatura à reeleição da presidente Dilma Rousseff.no auditório Petrônio Portela, no Senado, em Brasilia.

“Nós ganhamos. Mostramos ao Brasil que quase metade do PMDB quer o fim da aliança”, comemorou o deputado dissidente Darcísio Perondi (PMDB-RS).

Em seu discurso, Temer pediu a reunificação do PMDB para fazer da sigla a maior do Brasil e disse que a partir de agora não serão apenas aliados, serão governo. “Essa convenção não tem vencedores e vencidos. Tem um grande vencedor, que é o PMDB. Vocês sabem que, ao longo do tempo, sempre tivemos democraticamente as mais variadas divergências dentro do partido e sempre obtivemos a unidade”, disse.

“Vamos nos unir a partir deste momento porque um instante é o instante político-eleitoral em que as divergências surgem. Outra coisa é o instante político-administrativo do partido, que passamos a viver a partir deste momento”, emendou.