PF foi surpreendida com decisão rápida da Justiça sobre Lula

Andreza Matais

05 Abril 2018 | 18h30

Delegados da Polícia Federal em Curitiba disseram que foram surpreendidos pela decisão da Justiça de já determinar hoje a prisão do ex-presidente Lula. Pela manhã, a informação que receberam era a de que a decisão só seria tomada na semana que vem, após a análise do embargo do embargo pelo TRF-4.

A PF já se preparava para prender Lula desde a decisão do TRF-4 pela condenação dele a 12 anos e um mês em regime fechado, mas esperava que a decisão sairia na próxima semana.  Tanto que, como antecipou a Coluna, Lula será preso numa sala de estado maior na superintendência da PF em Curitiba. O local não conta com essa estrutura, mas uma sala será adaptada.

Pela manhã, um delegado que está envolvido no cumprimento da prisão disse à Coluna que a chance de Lula ser preso hoje era nula. Procurado, o delegado afirmou que “as coisas mudaram rapidamente”. Até o momento, 19h50, a defesa de Lula ainda não havia entrado em contato com o chefe da superintendência da PF no Paraná, delegado Maurício Valeixo. (Andreza Matais)