Política

politica

Crise pós-delação da JBS: protestos pela renúncia de Temer ocorrem em várias cidades do País

Executivo da JBS gravou presidente no dia 7 de março em diálogo sobre Cunha; Fachin negou prisão de Aécio, que se licenciou da presidência do PSDB; Lula e Dilma tinham US$ 150 milhões em conta

Um jantar previsto para a noite deste domingo, 21, no Palácio do Alvorada, entre Temer, ministros e aliados da base do governo foi cancelado devido ao risco de baixa adesão.

 

Mesmo com o cancelamento do jantar, o presidente Michel Temer se reuniu com pelo menos dez dos 28 ministros para discutir a crise política. Temer fez um apelo para manter a sustentação do seu governo.

 

A Polícia Federal deu início à análise de áudio da conversa entre Michel Temer e o empresário Joesley Batista, da JBS. A defesa do presidente enviou 15 perguntas à PF.

 

O procurador-geral da República, Rodrigo Janot, encaminhou perguntas à Polícia Federal sobre cada áudio gravado por Joesley Batista, do Grupo J&F, que fundamentam a delação premiada do empresário.

 

Pelo menos 19 capitais brasileiras tiveram protestos ao longo do dia pedindo "Fora, Temer" e eleições diretas. Os aos foram convocados pela Frente Brasil Popular e o Povo Sem Medo, além de contar com participação de centais sindicais.

 

A Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) decidiu, na madrugada deste domingo, 21, protocolar na Câmara pedido de impeachment do presidente Michel Temer. O ministro da Casa Civil, Eliseu Padilha, disse que a decisão surpreendeu o governo.

ACOMPANHE AO VIVO

Atualizar
  • 22h05

    21/05/2017

    Encerramos por hoje a cobertura ao vivo da crise no Planalto após delação da JBS. A Polícia Federal começou a perícia nos áudios e houve protestos em várias capitais do País. Confira acima os principais acontecimentos do dia. Boa noite!

  • 21h41

    21/05/2017

    Teminou há pouco a reunião de Michel Temer com ministros e líderes da base aliada no Palácio do Alvorada. O presidente fez um apelo para manter a sustentação do seu governo e criticou o dono da JBS, Joesley Batista. “O Brasil não pode se sujeitar a um rematado delinquente que está livre nos Estados Unidos”, disse, referindo-se ao empresário. Leia a reportagem

  • 21h21

    21/05/2017

    O procurador-geral da República, Rodrigo Janot, encaminhou à Polícia Federal perguntas sobre cada áudio gravado por Joesley Batista, do Grupo J&F, que fundamentam a delação premiada do empresário. No total, Joesley entregou quatro gravações à PGR. Veja aqui as perguntas feitas pela procuradoria

  • 20h46

    21/05/2017

    A defesa de Aécio Neves vai entrar com um recurso no Supremo Tribunal Federal (STF) para que ele possa retomar o mandato parlamentar. No entendimento dos advogados do tucano, Alberto Toron e Eduardo Alckmin, não há respaldo constitucional para que Aécio permaneça afastado do cargo. Leia mais Isadora Peron.

    Dida Sampaio/Estadão

  • 20h32

    21/05/2017

    As gravações feitas pelo empresário Joesley Batista de conversas com Aécio Neves e Rocha Loures também poderão ser periciadas pela Polícia Federal. O ministro Edson Fachin, relator da Lava Jato no STF, ofertou para a defesa dos dois congressistas a possibilidade de enviarem quesitos para serem respondidos por perícia da Polícia Federal. O procurador-geral Rodrigo Janot também poderá enviar seus questionamentos. (Andreza Matais, Coluna do Estadão)

  • 20h30

    21/05/2017

    O presidente Michel Temer está reunido, no Palácio do Alvorada, com pelo menos dez dos 28 ministros e os líderes do governo no Parlamento para discutir a crise política. Já estão no encontro o presidente do Senado, Eunício Oliveira (PMDB-CE), e os ministros Henrique Meirelles (Fazenda), Gilberto Kassab (Ciência e Tecnologia), Moreira Franco (Secretaria Geral) e Aloyzio Nunes (Relações Exteriores). Leia mais

  • 20h18

    21/05/2017

    A Polícia Federal deu início à análise de áudio da conversa entre Michel Temer e o empresário Joesley Batista, da JBS. Em nota divulgado no início da noite, a PF confirmou o recebimento dos áudios e dos quesitos apresentados pela Procuradoria-geral da República e pela defesa do presidente. Não há prazo para a conclusão da perícia. Veja as perguntas feitas pela defesa de Temer.

  • 19h52

    21/05/2017

    A ex-ministra Marina Silva defende que cassação da chapa Dilma-Temer no TSE é o 'melhor caminho'. Em publicação no Twitter, ela questionou o por que de o presidente Michel Temer não ter denunciado as confissões de suborno a juízes e procuradores feitas por Joesley Batista. Veja mais.

  • 19h36

    21/05/2017

    Os protestos convocados em todo o País pelos movimentos Frente Brasil Popular e Povo Sem Medo ocorreram em, pelo menos, 12 capitais. Confira em quais cidades as pessoas foram às ruas pedindo a saída de Temer e eleições diretas.  

  • 19h12

    21/05/2017

    Defesa de Aécio vai recorrer ao STF para reverter afastamento cargo de senador. No entendimento dos advogados do tucano, não há respaldo constitucional para que Aécio permaneça afastado do cargo de senador da República. “Vamos entrar com um agravo regimental questionando a aplicação das medidas cautelares contra o senador, sobretudo aquelas que o afasta das atividades legislativas", afirmou o advogado Alberto Toron. Acomapnhe o caso na reportagem de Isabela Perón.  

  • 18h09

    21/05/2017

    Protestos contra Temer têm voz, mas baixa adesão frustra organizadores. Em São Paulo e no Rio de Janeiro manifestantes foram às ruas pedindo "Fora Temer" e "Diretas Já". Na capital paulista os organizadores culparam a chuva. No Rio, os manifestantes foram até a casa do presidente da Câmara, Rodrigo Maia. Leia mais
    Foto: Marcio Fernandes de Oliveira/Estadão

    Marcio Fernandes de Oliveira/Estadão

  • 18h00

    21/05/2017

    Eduardo Cunha e seu ex-operador, Lúcio Funaro, receberam ao menos R$ 7 milhões em propinas por esquema no Ministério da Agricultura. Segundo depoimento de Joesley Batista, dono do grupo J&F, o ex-presidente da Câmara, Eduardo Cunha, teria recebido pagamento para aprovar a liberação de medidas importantes para o JBS. Entenda mais no blog do Fasuto Macedo. 

  • 17h52

    21/05/2017

    Governo cancela jantar no Alvorada por medo de baixa adesão da base.; deve haver uma nova tentativa de reunir a base amanhã, 22. O jantar estava sendo visto como uma “reunião de coordenação”. Até o momento, o presidente tem conseguido conter uma debandada na base aliada. Leia mais sobre as ações do núcleo do governo.  

  • 17h52

    21/05/2017

    A senadora Gleisi Hoffmann (PT-PR) manifestou em suas redes sociais apoio a ato convocado em Curitiba pela renúncia do presidente Michel Temer.

     

    Chuva e resistência em Curitiba <3 #ForaTemer #DiretasJa Foto: Gibran Mendes

    Uma publicação compartilhada por Gleisi Hoffmann (@gleisihoffmann) em

  • 17h39

    21/05/2017

    Ato na Avenida Paulista, em São Paulo, tem baixa adesão. Organizadores culpam forte chuva na cidade.

    AP Photo/Andre Penner

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.