Zeca do PT insiste na aliança com PFL

Apesar do posicionamento da Executiva Nacional do Partido dos Trabalhadores de não fazer aliança com o PFL, o governador José Orcirio dos Santos, o Zeca do PT, voltou a insistir no convite para que o secretário nacional do PFL, ex-deputado federal Saulo Queiroz, seja secretário de estado no Mato Grosso do Sul. Hoje Saulo se reuniu com Zeca do PT e afirmou ao governador que definitivamente não vai aceitar o cargo do estado. Entretanto, se colocou à disposição do governo estadual para, informalmente ser interlocutor em Brasília.Na segunda feira, durante reunião da Executiva Nacional do PT, Zeca vai expor o quadro político do estado e tentará convencer os dirigentes petistas sobre a necessidade de fechar alianças visando as eleições de 2002. "Vamos continuar conversando e acho importante a posição de Saulo, que não quer provocar embaraços ao nosso governo. Temos seis meses para trabalhar, sem atropelar o tempo" disse Zeca.O governador ressaltou que ainda existem possibilidades de uma aliança com o PFL. Na Frente Liberal, segundo Saulo Queiroz, a proposta de Zeca não tem qualquer restrição. "Não há dúvida que Zeca é um bom candidato à reeleição. Falo isso do ponto de vista administrativo. Ele pegou o estado falido e está conseguindo recuperá-lo" observou Saulo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.