Yeda se livra de suspeita por compra de imóvel

O Ministério Público gaúcho arquivou representação contra a governadora Yeda Crusius (PSDB) que apontava possíveis irregularidades na compra de uma casa de R$ 750 mil antes de assumir o cargo. O procurador-geral do Estado, Mauro Renner, declarou: "Seja no que diz respeito ao valor, seja no que se refere à origem dos valores empregados na compra deste imóvel pela então deputada federal Yeda Crusius, concluiu-se que não houve prática de crime ou improbidade administrativa."

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.