Yeda reduzirá número de secretarias do Rio Grande do Sul

A governadora eleita do Rio Grande do Sul, Yeda Crusius (PSDB), confirmou nesta segunda-feira que pretende reduzir o número de cargos de confiança (CCs) e de secretarias em sua gestão, que começa no dia 1º de janeiro. Embora não tenha apresentado publicamente a estrutura que está montando, Yeda já sinalizou aos aliados com quem vem se reunindo diariamente que vai recorrer a algumas fusões para reduzir o tamanho da máquina. É possível que o Gabinete da Reforma Agrária, com status de secretaria, seja incorporado pela Secretaria da Agricultura, que uma pasta de Infra-Estrutura absorva Transportes e Energia, Minas e Comunicações e que a Secretaria da Cultura seja incorporada pela de Educação.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.