Yeda pede 'entendimento' entre Poderes no RS

A governadora do Rio Grande do Sul, Yeda Crusius (PSDB), pediu hoje "entendimento" entre todos os Poderes e forças políticas para construir uma pauta que leve o governo do Estado ao ajuste fiscal e devolva à administração estadual a capacidade de investir em infra-estrutura, segurança, educação e saúde. O apelo foi feito durante pronunciamento ao plenário da Assembléia Legislativa, em Porto Alegre. Yeda destacou que o governo estadual cumpre o "realismo" orçamentário, sem prever receitas incertas, e admitiu um déficit de R$ 1,2 bilhão nas contas públicas, que pretende zerar até o fim de 2009. Entre os ajustes previstos para este ano, estão a fixação de um teto salarial para os funcionários públicos estaduais, a estruturação de carreiras e a criação de um fundo previdenciário com o objetivo de aliviar as contribuições do Tesouro Estadual para o pagamento de benefícios como aposentadorias e pensões dos três Poderes. Ela destacou que a meta de crescimento para o Estado, neste ano, é de 5,1%.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.